VERSÃO IMPRESSA

Chance de copa do Brasil para o Fortaleza segue remota

01:30 | 20/11/2017


O Fortaleza viu cair uma das oportunidades ainda possíveis para que o clube dispute a Copa do Brasil 2018, com a eliminação do Joinville da Copa Santa Catarina, ontem à tarde. O Tricolor do Pici só pode se classificar via ranking da CBF. Para isso ocorrer, times que estão garantidos pela lista teriam que obter a classificação por vagas estaduais, dando lugar ao Leão.
 

Agora, o clube precisa contar que “triangulações”, redistribuam as posições.
 

Conforme o estatístico Thiago Minhoca, isso se desenha caso Atlético-PR e Bahia terminem a Série A entre os oitos melhores; ou nove se o Grêmio for campeão da Libertadores e o Flamengo da Sul-Americana. Assim, Furacão e o tricolor baiano entrariam pelo Nacional e provocariam redistribuição de vagas reservadas por outros critérios.
 

Se isso acontecer, Londrina e Náutico têm possibilidades de carimbar classificação para a Copa do Brasil por vagas estaduais, abrindo caminho para o Fortaleza entrar via ranking.
 

O Náutico iria à Copa do Brasil por vaga da federação pernambucana caso o Sport entre direto nas oitavas de final. Isso seria possível com o Bahia, campeão da Copa do Nordeste, terminando no G-8 ou G-9 da Série A. Ele cederia a vaga como campeão do Regional ao vice, Sport, que, por sua vez, passaria o lugar conquistado no Pernambucano ao Náutico.
 

Já o Londrina pega a vaga por via estadual caso o Atlético-PR consiga ida direta para as oitavas de final da Copa do Brasil se terminar no G-8 ou G-9.
 

Pelo desempenho no Brasileirão, os oito melhores vão direto para as oitavas da Copa do Brasil, mas esse número pode crescer. A princípio, são os times do G-7, zona de classificação para a Libertadores, mais o 8º. Caso o Grêmio seja campeão da Liberta, abre-se nova vaga direta, já que o 8º colocado também irá para o torneio continental. Se o Flamengo vencer a Sul-Americana, abre-se nova vaga para as oitavas da Copa do Brasil.
 

O presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, ainda mantém esperança nas possibilidades de mudança no ranking da CBF. “Tem que aguardar, só vai ser definido quando terminar Série A e B. Se vier (a vaga), ótimo. Se não, paciência”.

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS