PUBLICIDADE
Jornal

Seleções importantes sob pressão na reta final das Eliminatórias

05/10/2017 00:00:00


As Eliminatórias da Copa têm seleções tradicionais em situação incômoda para disputar as duas últimas rodadas, a partir de hoje.
Na Europa, que tem o maior número de vagas no Mundial (14), a única seleção já garantida, além da anfitriã Rússia, é a Bélgica. Mas Alemanha, Inglaterra e Polônia, que pegam Irlanda do Norte, Eslovênia e Armênia, respectivamente, já podem selar vaga hoje. Por outro lado, com sistema de disputa em que apenas o 1º de cada um dos nove grupos conquista vaga direta, há times importantes em risco. Atual campeão europeu, Portugal é 2º no Grupo B. A Itália está em 2º no Grupo G, atrás da Espanha. Os oito melhores segundos colocados duelam na repescagem.
 

Na América do Sul, o Brasil já tem lugar, mas restam três vagas diretas e uma para a segunda chance. A questão é: a Argentina ficará fora da Copa?Finalista em 2014, a seleção não fica ausente de um Mundial desde o México-1970. O time de Messi ocupa o 5º posto — que significa ir à repescagem contra a Nova Zelândia, representante da Oceania. A situação do Chile, atual campeão da Copa América, é ainda pior, na 6ª posição.
 

Das cinco vagas africanas para o Mundial, nenhuma foi confirmada.No qualificatório da Concacaf (Américas do Norte e Central e Caribe), o México é o único garantido. O 2º e o 3º, atualmente Costa Rica e Panamá, têm vagas diretas. O 4º, hoje Estados Unidos, enfrenta representante asiático. Irã, Japão Arábia Saudita e Coreia do Sul estão garantidos. A vaga de repescagem da Ásia será disputada entre Síria e Austrália.

TAGS
NULL