PUBLICIDADE
Jornal

Presidentes de Ceará e Fortaleza se unem em mensagem de paz

06/10/2017 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]

As diretorias de Fortaleza e Ceará se empenharam em promover a mensagem de paz no Clássico-Rei disputado ontem à noite, pelas quartas de final da Taça Fares Lopes. Os presidentes do Fortaleza, Luís Eduardo Girão, e do Ceará, Robinson de Castro, assistiram juntos à partida no Castelão.
 

Antes da bola rolar e no intervalo do primeiro tempo, os mascotes dos clubes deram voltas no campo exibindo bandeiras com a palavra Paz.
Uma faixa com os dizeres “Rivais sim, inimigos jamais” também foi exibida para os torcedores presentes.
 

Os dois presidentes comemoraram o clima de festa dentro do estádio e de cordialidade entre as diretorias.
 

“Eu fico muito feliz. Foi uma experiência inesquecível. Assistimos juntos, ele com o filho, eu com o meu tio. Representa o respeito das instituições”, comentou Luís Eduardo Girão.
 

“O papel do dirigente é dar exemplo, de combater esse estigma do futebol, que é perigoso. É demonstrar que não somos inimigos, somos adversários dentro de campo. Queremos passar essa situação, que todos nós podemos assistir a uma partida de futebol vizinho a alguém que é nosso adversário. Futebol foi feito para unir, é um entretenimento”, disse Robinson de Castro.
 

Apesar de toda a mensagem de paz ressaltada dentro do Castelão, do lado de fora o clima foi diferente.
 

No intervalo do primeiro tempo, cerca de 15 torcedores de Fortaleza  e Ceará se envolveram em uma confusão próximo ao Centro de Formação Olímpica (CFO). A informação foi confirmada pelo o coronel Guilherme Fonteles, comandante do Batalhão de Policiamento de Eventos da Polícia Militar (PM).
 

O conflito foi dispersado em uma ação da Polícia que utilizou bombas de efeito moral. Não foi registrada nenhuma prisão. (Lucas Mota)

Adriano Nogueira

TAGS
NULL