VERSÃO IMPRESSA

Jogo entre Palmeiras e Cruzeiro pode mudar o Brasileirão, hoje

01:30 | 30/10/2017

Atualizada às 21h20min

>> Palmeiras busca empate com Cruzeiro na noite de hoje, mas não depende mais de si

De uma hora para outra, o principal jogo da 31ª rodada do Brasileirão, passou a ser Palmeiras e Cruzeiro, hoje, às 20 horas, no Allianz Parque em São Paulo. Se o Verdão fizer o dever de casa e bater a Raposa mineiras, dependerá só dele para assumir a liderança do Campeonato Brasileiro e voltar a pensar no bicampeonato nacional.


Vencendo o Cruzeiro, pega o Corinthians no próximo domingo numa final antecipada. O Verdão renasceu na luta pelo título e ainda contou com a ajuda do Timão. O time de Alberto Valentim está a seis pontos do rival e líder Corinthians e poderá reduzir ainda mais, hoje, a diferença.


Alberto Valentim reúne as escolas italiana e brasileira. Também tem duas faces na vida pessoal: é metade europeu, metade mineiro.


Ele nasceu em Oliveira, cidadezinha de Minas Gerais de 40 mil habitantes, distante 150 km de Belo Horizonte, o porto seguro do seu jeito tranquilo e calmo. O técnico gosta de conversar na praça com os mesmos amigos da infância, andar com uma caminhonete antiga e ouvir Chitãozinho e Xororó. No painel do carro, várias fotos de shows e encontros com a dupla. Sabe todas as letras de cor.


ESTUDIOSO


No futebol, o melhor lateral-direito do Brasileirão de 1996 virou gente grande após quase 10 anos na Itália, onde foi até dirigente.


O Alberto italiano foi formado nos oito anos fora do País, onde atuou de 1999 a 2008 na Udinese e no Siena. Fez estágios de gerência esportiva na Udinese, Juventus e Roma.


É inspirado na Itália o jeito de jogar do Palmeiras Depois que foi demitido do Red Bull Brasil, em abril, Alberto Valentim se encontrou com seu antigo treinador que hoje dirige a Internazionale (Luciano Spalleti) para aprender e atualizar o que viveu como jogador. Foi sua terceira vez na Europa.


O Palmeiras de Valentim é organizado na defesa e na recomposição; os zagueiros formam um paredão na frente da área e correm menos, segundo eles próprios. A marcação é feita no campo do adversário; movimentação constante no ataque. Lembra um pouco o Napoli.

>> Palmeiras busca empate com Cruzeiro na noite de hoje, mas não depende mais de si

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS