PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Fortaleza vence Clássico-Rei e avança na Taça Fares Lopes

Fortaleza supera Ceará por 2 a 1 e mantém invencibilidade de mais de dois anos sem perder para maior rival. Leão enfrenta Iguatu na semifinal

01:30 | 12/10/2017

Paulo Sérgio anotou o segundo gol da vitória tricolor no Clássico-Rei JÚLIO CAESAR
Paulo Sérgio anotou o segundo gol da vitória tricolor no Clássico-Rei JÚLIO CAESAR
 

 

O Fortaleza manteve a invencibilidade de mais de dois anos diante do Ceará e carimbou a classificação para a semifinal da Taça Fares Lopes ao vencer o maior rival por 2 a 1, ontem, no Castelão. Com o triunfo no Clássico-Rei, o Tricolor segue no torneio que dá ao campeão uma vaga na Copa do Brasil 2018.

O Leão encaminhou a classificação com os gols de Vinícius Pacheco e Paulo Sérgio, um em cada tempo. O Ceará diminuiu aos 40 minutos do segundo tempo com Arthur. O Vovô ainda teve a chance de empatar aos 43 minutos com Magno Alves, mas parou no goleiro Max Wallef, que foi fundamental para a manutenção do placar na etapa final.

A vitória coroa o desempenho do Tricolor, que foi melhor nas duas etapas da partida. Diferente do primeiro jogo, o Ceará não conseguiu manter a mesma intensidade e o meio-campo lento, com Felipe Menezes e Pedro Ken, não funcionou.

No Clássico-Rei, o goleiro Max Wallef, prata da casa do Pici, provou seu potencial. Já Vinícius Pacheco, com poucas chances na Série C, ainda pode ser útil ao Leão. O meia atuou os 90 minutos, mais do que os 60 minutos distribuídos em quatro participações na Terceirona, e chamou a responsabilidade na cobrança de pênalti após Adenilson ser derrubado dentro da área, abrindo o placar do jogo.

Mesmo fora da posição de origem, Paulo Sérgio foi bem no papel de centroavante, inclusive marcando golaço para ampliar para o Leão. Esquecidos na Terceirona, Gabriel Pereira e Vinícius Baiano também podem ter ganhado “sobrevida” no elenco com o desempenho nos dois Clássicos-Rei da Fares Lopes.

“Fizemos uma leitura de jogo pelo que o Ceará podia nos oferecer. A nossa linha de trás foi perfeita. Foi a entrega dos jogadores e a parte tática que funcionou muito bem, principalmente no segundo tempo”, analisou o técnico do Fortaleza no torneio, Daniel Frasson.

“A gente tem um objetivo bem claro que está na Série B. É difícil buscar objetivos em outra competição”, comentou o treinador do Ceará na Fares, Daniel Azambuja.

PRÓXIMA FASE

Na semifinal, o Fortaleza enfrenta o Iguatu, que eliminou o Icasa. A data da partida será divulgada hoje pela Federação Cearense de Futebol. A outra semi será entre Guarani de Juazeiro e Floresta, nos dias 15 e 21 de outubro.

 

TAÇA FARES LOPES 1 x 2

CEARÁ

TÉCNICO: DANIEL AZAMBUJA

 

4-2-3-1: Fernando Henrique, Pio (Rafinha), Tiago Alves, Valdo, Rafael Carioca; João Marcos (Magno Alves) e Jackson Caucaia; Pedro Ken, Felipe Menezes e Lelê (Cafu); Arthur

 

FORTALEZA

TÉCNICO: DANIEL FRASSON

 

4-3-3: Max Walef, Jefferson, Guilherme, Del’Amore, Danilo; Aldo (Jonathas), Vinicius Pacheco e Adenilson (Andrei); Vinícius Baiano (Romarinho), Paulo Sérgio, Gabriel Pereira

GOLS: 45min/1T - Adenilson recebeu de Vinicius Baiano e foi derrubado dentro da área por João Marcos. Vinicius Pacheco cobrou o pênalti e abriu o placar. 4min/2T - Paulo Sérgio recebeu de Gabriel Pereira na entrada da grande área e bateu colocado para o fundo das redes, sem chances para Fernando Henrique. 40min/2T - Rafael Carioca soltou a bomba, Max Wallef deu rebote e Arthur completou para o gol.

Local: Castelão

Data: 11/10/2017

Árbitro: Glauco Feitosa (CE)

Assistentes: Anderson Farias (CE) e Eleutério Marques (CE)

Cartões amarelos: Andrei (F), Max Wallef (F), Jonathas (F), Jefferson (F), Jackson Caucaia (C), Valdo(C) e Pio (C).

Público e Renda: não divulgados até o fechamento desta página

 

LUCAS MOTA