PUBLICIDADE
Jornal

Zago promoverá ao menos quatro mudanças para enfrentar o Confiança-SE

Precisando da vitória, Zago promoverá ao menos quatro mudanças no time que enfrentará o Confiança-SE

02/09/2017 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]

O torcedor do Fortaleza verá amanhã um time diferente em relação ao que vem atuando nas últimas rodadas da Série C do Brasileiro. O técnico Antônio Carlos Zago não vai poder contar com três importantes jogadores do sistema defensivo leonino e por isso fará alterações na equipe para a partida contra o Confiança-SE, no Batistão, em Sergipe.
 

O lateral esquerdo Bruno Melo, o lateral direito Felipe e o volante Anderson Uchôa receberam o terceiro cartão amarelo diante do CSA-AL e cumprirão suspensão automática no duelo.
 

Em treino de apronto para a partida, realizado na manhã de ontem, Zago confirmou Jefferson na lateral-direita e Adalberto na esquerda. Já na volância, Rodrigo Mancha entrou no lugar de Anderson Uchôa, formando dupla com Pablo.
 

O comandante leonino também revelou que tem outras dúvidas no meio de campo. Ele admitiu a possibilidade posicionar um time mais ofensivo, em um esquema com quatro jogadores de meio, formado por Rodrigo Mancha, Pablo, Adenilson e Leandro Lima, que entrou bem no último jogo, contra o CSA, inclusive dando assistência para o gol de Hiego, e agradou o técnico.
 

No ataque, Hiago e Lúcio Flávio devem formar dupla. Outra possibilidade é a presença do volante Aldo entre os titulares, no lugar de Ademilson.
 

Assim, o time do Pici deve entrar em campo com Marcelo Boeck no gol, Edimar e Ligger na zaga, Jefferson e Adalberto nas laterais, Rodrigo Mancha e Pablo como volantes, Ademilson (Aldo) e Leandro Lima como meias e Hiago e Lúcio Flávio no ataque.
 

O meia Everton, que foi reintegrado ao grupo nessa semana, não foi relacionado por opção de Zago.
 

“Ele ficou uma semana sem treinar. Não se encontra em condições físicas e psicológicas para esse jogo. Ficou de dar resposta em relação a tudo aquilo que aconteceu para o presidente e, por enquanto, não vamos levar o Éverton por tudo isso que falei e por uma conversa que tive com ele. Em um momento decisivo como esse, procuramos colocar jogador com as melhores condições psicológicas e físicas”, explicou o comandante leonino.

TAGS