PUBLICIDADE
Jornal

Sem brilho, mas com eficiência, Ceará vence Náutico e segue no G-4

Lima marca e Éverson pega pênalti em jogo que o Ceará não foi bem, mas se mostrou eficaz. Vitória sobre Náutico por 1 a 0 mantém Vovô no G-4

26/08/2017 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]
 

Se a atuação não foi boa, valeu pela vitória. Assim foi o triunfo do Ceará por 1 a 0, ontem, sobre o Náutico, no PV. Era uma partida-chave para o time na Série B do Brasileiro, que precisava mostrar poder de reação após a goleada sofrida por 4 a 1 para o Boa Esporte no último sábado. Mais que apresentar um grande futebol, o Alvinegro precisava dos três pontos na tabela, e assim o fez, chegando aos 37 após 22 rodadas e se consolidando no G-4 da competição.

 

O resultado garante mais duas semanas de tranquilidade ao técnico Marcelo Chamusca, já que o Ceará só voltará a campo pela Série B no dia 9 de setembro, contra o Londrina.


O período servirá para o comandante alvinegro ajustar as falhas do time, que ficaram visíveis ontem. Embora tenha sido eficiente e marcado gol logo aos 14 minutos de jogo, com Lima, após boa jogada de Élton, o Vovô, embora contasse com um meio-campo que priorizava o toque de bola, voltou a apresentar falta de criatividade e pouca intensidade.


A vitória, por sinal, só veio graças ao goleiro Éverson, principal personagem do triunfo de ontem. Aos 11 minutos do segundo tempo, quando o Náutico tinha mais volume de jogo, ele defendeu pênalti com requintes de crueldade. Giovanni cobrou forte no canto direito, mas Éverson acertou o lado e defendeu. A bola ainda ficou dançando à beira da linha até que o camisa 1 do Vovô chegasse para agarrá-la antes de carrinho do próprio Giovanni, que na tentativa de empurrar a pelota pro gol cometeu falta no arqueiro.


O restante do tempo foi de administração. O Ceará passou a só tocar a bola (terminou o jogo com 59,7% da posse), mas não teve profundidade nem infiltrações. Tentou chegar na base dos cruzamentos — foram 23 no jogo, sendo 19 errados — mas não teve sucesso.

[QUOTE1]

Nem as entradas de Rafael Carioca, Cafu e Arthur nos lugares de Lelê, Ricardinho e Élton foram capazes de garantir nova dinâmica ao Vovô, que terminou a partida com apenas três finalizações certas.


“A gente errou muito na hora de fazer transição, não conseguimos jogar em velocidade. O gramado prejudicou, porque no Castelão o gramado faz com que o jogo se torne mais rápido e encaixe melhor com a nossa equipe, que é técnica e gosta de jogar em velocidade”, analisou após o jogo o técnico Marcelo Chamusca.


SÉRIE B 2017 1 x 0

 

CEARÁ


TÉCNICO: MARCELO CHAMUSCA

 

4-2-3-1: Éverson; Tiago Cametá, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Richardson e Pedro Ken; Ricardinho (Cafu), Lima e Lelê (Rafael Carioca); Élton (Arthur)

 

NÁUTICO


TÉCNICO: ROBERTO FERNANDES

 

4-4-2: Jefferson; Joazi, Breno, Feliphe Gabriel e Ávila (Bruno Mota); Amaral, Miranda, William Schuster (Manoel) e Giovanni; Iago (Vinícius) e Gilmar


GOL: 14MIN/1T - Elton ganha jogada na esquerda de ataque, cruza na área, o goleiro Jefferson não consegue espalmar e a bola sobra para Lima só empurrar para o gol.


Local: Presidente Vargas, Fortaleza-CE

Data: 25/8/2017

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Cartões amarelos: Rafael Pereira (C), Luiz Otávio (C), Richardson (C), Pedro Ken (C), Amaral (N) e Geovanni (N)

Público: 7.979 pagantes (8.554 presentes)

Renda: R$ 86.046,00

 

BRASILEIRO - SÉRIE B

Ceará 1x0 Náutico

Paraná 2x0 Juventude

Internacional 3x2 Paysandu

SÉRIE B 2017


TIME PG J V

1º Internacional-RS 42 22 12

2º América-MG 41 22 11

3º Ceará-CE 37 22 11

4º Vila Nova-GO 35 21 10

5º Paraná-PR 34 22 9

6º Juventude-RS 34 22 9

7º Guarani-SP 31 21 9

8º Boa Esporte-MG 31 21 8

9º Criciúma-SC 31 22 8

10º Brasil-RS 30 22 9

11º Londrina-PR 30 21 8

12º CRB-AL 29 21 8

13º Oeste-SP 28 21 6

14º Paysandu-PA 27 22 7

15º Goiás-GO 25 22 7

16º Luverdense-MT 24 21 5

17º Santa Cruz-PE 23 21 6

18º Figueirense-SC 21 21 5

19º Náutico-PE 17 22 4

20º ABC-RN 16 21 4 2 SOBEM PARA A SÉRIE A


REBAIXADOS PARA SÉRIE C

 

Andre Almeida

TAGS