PUBLICIDADE
Jornal

Zidane nega favoritismo em final da Champions

31/05/2017 01:30:00
NULL
NULL

Atual vencedor da Liga dos Campeões e recordista de títulos da competição, com 11 ao total, o Real Madrid enfrenta a Juventus no sábado, 3, às 15h45min (de Brasília), em Cardiff, no País de Gales, com a chance de conquistar o seu 12º troféu da maior competição de clubes da Europa. E isso na mesma temporada em que faturou o Mundial de Clubes da Fifa, a Supercopa da Europa e o Campeonato Espanhol.
 

Apesar de tudo isso, o técnico Zinedine Zidane rejeitou ontem, em entrevista coletiva, o favoritismo que é creditado ao time espanhol nesta decisão. “O mais difícil é chegar à final como nós chegamos, logo na final não há favoritos, está 50% para cada lado. A Juve é um grande time e tem feito uma temporada incrível”, ressaltou o treinador francês, que no ano passado levou o Real ao título ao bater o Atlético de Madrid na decisão, nos pênaltis, em Milão.
 

E Zidane fala sobre a Juventus com a propriedade de quem foi jogador do clube italiano entre 1996 e 2001 — ano em que se transferiu justamente para o Real. Pela Velha Senhora conquistou a Liga dos Campeões 2001/2002, quando fez até o gol do título na decisão contra o Bayer Leverkusen.


Nem mesmo uma possível mudança na escalação da Juventus para reforçar o sistema de marcação faz Zidane acreditar que o time italiano poderá ser menos letal no ataque. “A Juve não vai mudar muito jogue quem jogue, porque é um time sólido, que joga com três centrais (na zaga) em algumas ocasiões e sabe perfeitamente jogar de outra maneira”, analisou. “Há muitos jogadores bons na Juventus, mas em termos ofensivos Dybala é um dos melhores. Higuaín e (Daniel) Alves também são bons. O mesmo acontece com o Real Madrid. São todos bons”, enfatizou. (AE)

TAGS