PUBLICIDADE
Jornal

Um erro que custou caro

Fortaleza mostra evolução, mas zaga falha e Tricolor perde para o Remo fora de casa na estreia da Série C

15/05/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

A estreia do Fortaleza na Série C do Campeonato Brasileiro foi longe de ser do jeito que o torcedor leonino esperava. Na noite de ontem, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0 para o Remo, no estádio Mangueirão, em jogo fraco tecnicamente e que marcou também a reestreia do técnico Paulo Bonamigo no comando do clube.

[QUOTE1]

Em que pese o resultado negativo na primeira partida, o Tricolor mostrou certa evolução, mesmo que ainda de forma incipiente. Seria injusto cobrar mudança drástica da equipe que vive momento complicado fora e dentro de campo, sofrendo com pressão, falta de confiança e que tem um treinador recém chegado.

Bonamigo tem menos de duas semanas de trabalho no Pici e ainda tenta conhecer melhor seu elenco, que é fragilizado e precisa urgentemente de reforços em todos os setores. Apenas Adenilson, que fez partida razoável, e Hiago, que apesar da estreia apagada tem potencial para ajudar, não pertencem ao grupo que fracassou no início da temporada.


Considerando tais fatores, o Fortaleza foi um time que controlou melhor o jogo, com maior posse de bola e sem ceder espaços ao Remo, que se mostrou um time limitado.


Por sua vez, o Leão do Pici sofreu com a falta de criatividade e de um finalizador.

O que era esperado antes mesmo do apito inicial, já que o esquema titular proposto por Bonamigo, sem nenhum centroavante, buscava povoar o meio-campo para priorizar o controle da pelota e a troca de passes curtos. O que aconteceu, mas não de forma objetiva.


O controle da posse de bola pelo Tricolor se deu com certa tranquilidade até a última faixa do campo, mas não de forma vertical. Nas poucas vezes que apareceram chances, sobretudo no segundo tempo, Hiago — que entrou no intervalo no lugar de Leandro Lima — não aproveitou.


O empate seria o resultado mais justo e acabaria ficando de bom tamanho para o Fortaleza, levando em consideração o contexto que o time vive.


A igualdade só não permaneceu no marcador por falha do zagueiro Heitor, que no momento em que o Tricolor era melhor no jogo, errou bote no meio-campo e cedeu contra-ataque ao Remo. Edgar invadiu a área em velocidade e foi derrubado por Ligger. Pênalti convertido por Nino Guerreiro.


O erro custou a derrota, um resultado que não é escandaloso. Mas que agora obriga o Fortaleza a buscar uma vitória a todo custo na sexta-feira, 19, quando enfrentará o Botafogo-PB, às 19 horas, no Castelão. 

 

 

SÉRIE C 2017


REMO  1

TÉCNICO: JOSUÉ TEIXEIRA

4-3-3: Vinícius; Daniel, Henrique, Bruno Costa e Tsunami; João Paulo, Labarthe, e Danilinho (Kaio Wilker); Mikael (Gabriel), Nino Guerreiro (Jayme) e Edgar

 

FORTALEZA 0

TÉCNICO:PAULO BONAMIGO

4-5-1:Marcelo Boeck; Felipe, Heitor, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa, Rodrigo Mancha, Pablo, Adenilson (Cássio Ortega) e Éverton (Wesley); Leandro Lima (Hiago)


GOLS: 28MIN/2T - O zagueiro Heitor erra o bote no meio-campo, Edgar invade a área em velocidade e é derrubado por Ligger. Pênalti que Nino Guerreiro cobra com força, rasteiro e no meio do gol, para abrir o placar

Local: Mangueirão, em Belém-PA

Data: 14/5/2016

Árbitro: Antonio Neuriclaudio R. Costa (AC)

Assistentes: Rener Santos de Carvalho (AC) e Roberto Soares dos Santos Junior (AP)

Cartões amarelos: João Paulo(REM)

Público: 8.206 presentes (6.751 pagantes)

Renda:R$ 163.430,00

Andre Almeida

TAGS