PUBLICIDADE
Jornal

Maxi Biancucchi rescinde com o Ceará

20/05/2017 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]
O atacante Maxi Biancucchi não é mais jogador do Ceará. Sem conseguir apresentar um bom futebol desde que chegou em Porangabuçu, o jogador rescindiu contrato com o clube ontem. 


Segundo O POVO apurou, o atleta, que tinha contrato até o fim da temporada, acertou sua saída “de forma amigável”. O provável destino do atleta é o futebol paraguaio. Biancucchi chegou ao Alvinegro em janeiro. Após treinar por duas semanas buscando o melhor condicionamento físico, foi titular em seus primeiros jogos, mas não conseguiu se firmar na equipe. Marcou apenas um gol em oito partidas disputadas. Sua última atuação foi no duelo contra o Boa Esporte, na última terça-feira, quando atuou nos 28 minutos finais.
Maxi é primo do craque argentino Lionel Messi e irmão de Emanuel Biancucchi, meia que atuou (com passagem discreta) no Alvinegro em 2016.
 

O Ceará foi o 4º clube brasileiro em que Maxi atuou. O primeiro foi o Flamengo (entre 2007 e 2009), depois passou por Vitória e por último o Bahia, onde viveu seu melhor momento no País, como um dos destaques do time no vice-campeonato da Copa do Nordeste de 2015.

REGULARIZADO
Se por lado perdeu Biancucchi, por outro o técnico Givanildo Oliveira ganhou mais uma opção no elenco. Um dia após ser anunciado como reforço do Alvinegro, o zagueiro Túlio, ex-Ferroviário, foi regularizado ontem.
 

Túlio poderá estrear pelo Ceará contra o Náutico, dia 27 de maio, pela 3ª rodada da Série B do Brasileiro. Além dele, os meias Ricardinho e Pedro Ken se recuperaram de lesões e também ficam à disposição. Outro reforço que treina em Porangabuçu, mas aguarda regularização, é o atacante Élton, ex-Vasco. (Bruno Balacó)

TAGS