VERSÃO IMPRESSA

Mota afirma não saber quanto vai ganhar no Ferroviário

Na apresentação oficial, Mota afirma não saber quanto vai ganhar e que acerto foi feito com objetivo de ajudar Tubarão

01:30 | 20/01/2017
[FOTO1]

João Marcelo Sena

joaomarcelosena@opovo.com.br

 

Em alta e líder do Campeonato Cearense, o Ferroviário apresentou oficialmente na tarde de ontem Mota como reforço para o Estadual. O atacante chega à Barra com status de estrela e como principal contratação do Tubarão para a temporada.

Mota encontra um Ferroviário em momento favorável, saindo de não-participante a líder do Cearense em um mês. O atacante revelou durante a apresentação de que ainda não está certo quanto vai receber para jogar pelo clube.


“O Valmir (presidente do Ferroviário) me pegou pela palavra. Nem sei quanto vou ganhar. Se no meu contrato tiver um real, vou ganhar um real”, afirmou o jogador, que reiterou o objetivo de estar no Tubarão da Barra para ajudar o clube.


Um ponto que gera incerteza quanto ao sucesso ou não da passagem de Mota pela Barra é o tempo que o atleta está parado. O atacante não disputa um partida oficial há dois anos, desde o fim de sua discreta passagem pelo Bragantino, em 2014. A falta de ritmo em uma competição de três meses pode ser crucial. “Fiquei parado esse tempo porque quis. Não tenho condições de jogar domingo (contra o Guarani de Juazeiro) porque fiquei dois anos parado.

Mas vou trabalhar para estrear na próxima quarta-feira, contra o Maranguape”.


Em teoria, Mota chegaria para disputar posição com Maxuell, artilheiro do campeonato e autor dos quatro gols do Ferroviário no Estadual. Essa possibilidade de briga por uma vaga, no entanto, foi descartada pelo próprio atacante.


“Vou jogar vindo de trás. Não dá mais pra eu ficar levando pancada do zagueiro de costas. Temos dois atacantes de área, principalmente o Maxuell, que tá arrebentando. Não tem por que mudar”, finalizou o jogador de 36 anos.

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS