VERSÃO IMPRESSA

Fiba agenda reunião para tentar salvar o basquete brasileiro

01:30 | 27/01/2017
A Federação Internacional de Basquete (Fiba) mudou de estratégia em relação ao basquete brasileiro. Após acenar com uma força-tarefa com Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Ministério do Esporte para resolver os problemas da modalidade no País, a entidade convidou os principais dirigentes do basquete nacional para reunião no dia 3 de fevereiro, na Suíça.

 

Foram convidados o presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Carlos Nunes, os dois candidatos à eleição da CBB em março, Amarildo Rosa e Guy Peixoto, Gerasime Bozikis, antecessor de Carlos Nunes, além de João Fernando Rossi e Kouros Monadjemi, presidente e vice da Liga Nacional de Basquete (LNB), respectivamente.


A reunião, segundo o ofício enviado aos dirigentes, é para tentar salvar o basquete brasileiro. A CBB foi suspensa em novembro do ano passado pela Fiba por falhar em diversos aspectos em sua administração. A punição termina no próximo sábado, seis dias antes do encontro.


Paulinho Villas Boas, que já trabalhou no COB e no Comitê Organizador dos Jogos do Rio-2016, também foi convidado, assim como Horácio Muratore e Alberto Garcia, presidente e secretário-geral da Fiba Américas, respectivamente. Nomeado interventor da CBB, o espanhol Jose Luiz Saez estará presente, assim como o secretário-geral da Fiba, Patrick Baumann. (AE)


ADRIANO NOGUEIRA

TAGS