VERSÃO IMPRESSA

O conceito do redesenho

01:30 | 18/01/2018

 

Um jeito diferente e único de ver e dizer sobre o mundo, as pessoas e o que os afeta. É isso que O POVO propõe em sua nova fase editorial. A transformação do jornal se baseou em cinco pilares que vão orientar o nosso jeito de reportar: furo, análise, síntese, conhecimento e prazer. Essas são as arestas do pentágono que sustentarão a produção jornalística do grupo.


A primeira delas é a matéria-prima mais valiosa do jornalismo. É o que surpreende, faz repercutir e ecoar as informações. Passa pela notícia em primeira-mão, mas também pela capacidade de mostrar, de maneira original e criativa, o que todo mundo está dizendo.


Mas não basta só noticiar. É preciso explicar, apresentar repercussões. Analisar os fatos é tão importante quanto apresentá-los. No emaranhado da informação, o jornalista tem o dever de selecionar, apontar o que é mais relevante e apresentar ao leitor um panorama consistente sobre as notícias.


Isso porque noticiar - e só - não é mais suficiente. Ler jornal é mais do que saber o que se passa. Estar atualizado é um diferencial na vida das pessoas, faz ascender socialmente. Ainda mais importante do que saber o que aconteceu é entender por que aconteceu.


E por isso mesmo o jornalismo precisa ser envolvente. De nada adianta oferecer informação exclusiva, com profundidade e análise, se for apresentada de modo cansativo e pouco atraente. É preciso encantar o leitor para deixá-lo ainda mais próximo. Isso é O POVO. É assim que somos. Mudamos e vamos continuar.

Por Rômulo Costa

 

Farol
Velocidade de leitura e um panorama para atualizar conteúdos factuais caracterizam a Farol. São as páginas de entrada da edição, que vão trazer uma síntese das principais imagens, frases e análises dos fatos, além da repercussão. Breves notícias e entrevistas de diversas áreas são apresentadas com sofisticado apelo visual.

 

GRANDE REPORTAGEM

O jornalismo de profundidade ganha ainda mais espaço no O POVO. Marca do grupo desde a fundação, as grandes reportagens serão investimento do jornal. Repercussões das notícias factuais, desdobramentos e temas exclusivos recebem mais visibilidade. A proposta é ter mais conteúdo de investigação. Para isso, o núcleo de Especiais foi ampliado e passa a se chamar núcleo de Jornalismo Investigativo. Os repórteres Cláudio Ribeiro, Demitri Túlio e Ana Mary C. Cavalcante ganham o reforço dos jornalistas Thiago Paiva e Carlos Mazza na cobertura especial.

 

A NOVA REDAÇÃO


1. Tânia Alves (Editora-executiva do impresso), 2. Érico Firmo (Editor-executivo do online), 3. Guálter George (Editor-executivo de Política),

4. Juliana Matos Brito (Editora-executiva de Cidades), 5. Raone Saraiva (Editor-executivo de Economia), 6. Fátima Sudário (Editora-coordenadora do Núcleo de Jornalismo Investigativo), 7. Cinthia Medeiros (Editora-chefe de Cultura e Entretenimento), 8. Fernando Graziani (Editor-chefe de Esportes), 9. Maryllenne Freitas (Editora de Opinião e Dados), 10. Clóvis Holanda (Editor-chefe de Cultura e Entretenimento), 11. Iana Soares (Editora-coordenadora de Imagem), 12. Jocélio Leal (Editor-chefe de Negócios e Economia), 13. Gil Dicelli (Editor-executivo de Design Editorial)

 

ÁREAS DE COBERTURA

A Redação do O POVO também passou por mudanças. Assim como antes, editores-executivos continuam acompanhando os fatos a serem cobertos pelo impresso e online. Cidades, Política, Economia, Esportes, além das páginas de Opinião e a nova ETC têm profissionais específicos dedicados a acompanhar e indicar os pontos de cobertura nas plataformas do grupo.

 

Porém, duas novas funções foram criadas na Redação para coordenar a cobertura. A jornalista Tânia Alves passa a ser editora-executiva de Impresso e Érico Firmo assume a edição-executiva do Digital. Eles vão coordenar o acompanhamento das pautas nas respectivas plataformas, indicando como os assuntos serão adiantados e aprofundados tanto no Impresso como no Digital. Eles trabalham em parceria com os editores-executivos das áreas.


Com o objetivo de ampliar o diferencial do grupo, além da ampliação do núcleo de Jornalismo Investigativo (ver Grande Reportagem), foram criadas nove especialidades na Redação com repórteres destacados para atuar especificamente em determinados assuntos. Segurança, justiça, saúde, educação, mobilidade urbana, infraestrutura, negócios, política estadual e municipal recebem jornalistas especializados para aprofundar esses assuntos e garantir a verticalidade dos temas. (RC)

 

NOVIDADES


NAVEGAÇÃO

Quatro grandes segmentos recebem as notícias de todo dia: Cidades, Política, Economia e Mundo. O conteúdo da antiga editoria de Brasil passa a ser incorporados nos três primeiros segmentos. No primeiro caderno, estão a síntese dos assuntos do dia, as reportagens e as notícias sobre Política e Economia. Já o segundo caderno é o espaço para o conteúdo de Cidades, os artigos de Opinião e as notícias do Esportes. Novas seções como a ETC e Dia Útil, além de Mercado, também ganham espaço.

 

SEÇÕES

Assuntos como comportamento, mobilidade e tendências ganham mais visibilidade com a página ETC, publicada de terça-feira a domingo. A ideia é trazer discussões do dia a dia em uma cobertura diferenciada. Aos sábados, serviços e dicas sobre os diversos cotidianos passam a ser publicados na seção Dia Útil. A proposta é reforçar o jornalismo de serviço, com orientações para facilitar a vida dos leitores de maneira atraente e prática.


NEGÓCIOS

O núcleo de Negócios foi ampliado para atuar exclusivamente na cobertura dos segmentos de automóveis, imóveis e carreiras. Os cadernos Veículos, Imóveis e Empregos & Carreiras se associam à marca Populares O POVO e ganham novos formatos. Eles passam a ser publicados em tabloide e trazem classificados específicos sobre os setores, além de reportagens e serviços sobre os temas de maneira ainda mais ampliada e diversificada.

 

DE SÃO PAULO

A jornalista Isabel Filgueiras é a correspondente do O POVO em São Paulo. Ela já passou pelo antigo núcleo de Conjuntura e se integrou à equipe de Mercado do grupo na capital paulista. Vai reforçar a cobertura das eleições presidenciais este ano e os principais assuntos de economia, política e cultura. A repórter traz ainda mais diferencial para o acompanhamento desses temas, apresentando as repercussões para o cenário local.

 

NOVAS DATAS

O caderno Ciência & Saúde muda de data e passa a ser publicado às segundas-feiras em formato ampliado. Assuntos sobre os avanços científicos, repercussões sobre a saúde e dicas de bem-estar ganham ainda mais espaço. Os cadernos sobre os mercados de automóveis, imóveis e carreiras, ao se associar à marca Populares, ganham novos nomes e datas. POP Veículos será apresentado às quintas-feiras e POP Carreiras às segundas-feiras. POP Imóveis continua sendo veiculado aos sábados.

 

GABRIELLE ZARANZA

TAGS