VERSÃO IMPRESSA

Uniclinic chega movido por ambições na Copa do Nordeste

01:30 | 24/01/2017
[FOTO1]

Se no Campeonato Cearense o Uniclinic começou com status de terceira força, já que vem de um vice-campeonato, na Copa do Nordeste entra como mero debutante. Do Grupo A, é o único sem tradição, torcida e experiência no torneio regional. E além de tudo isso, deve jogar as primeiras partidas longe da capital, no estádio Domingão.


Nada disso, porém, faz a Águia da Precabura pensar pequeno no Nordestão. No primeiro momento, a ideia é classificar para as quartas de final, pelo menos como um dos melhores segundos colocados.


Os planos para isso são simples: vencer as três partidas em casa e roubar alguns pontos fora.


E a primeira dura missão já acontece nesta terça, 24, à noite, contra o Náutico, na Arena Pernambuco, às 19 horas (horário de Fortaleza).


Para tentar surpreender, na estreia e nos demais jogos, Vladimir de Jesus aposta no elenco experiente que montou e na falta de favoritismo, que joga a pressão para os adversários.


O técnico da Águia refuta o título de “grupo da morte” para a chave da qual faz parte, mas ressalta a dificuldade dos adverários. “É o grupo da morte para o Uniclinic, que precisa ficar pelo menos em segundo jogando contra Santa Cruz-PE, Campinense-PB e Náutico-PE, mas tem outros tão fortes quanto”, explica.


Vladimir de Jesus também aposta em sua primeira experiência no torneio, em 2014, quando chegou às quartas de final com o Guarany-S. “O elenco que tenho hoje é melhor, dá pra fazer igual ou mais”.

 

UNICLINIC


TÉCNICO:

VLADIMIR DE JESUS

UNI:


4-2-3-1


DIÓNANTAN

AMARAL

LUIZ FERNANDO

AIRTON JUNIOR

RONALDO

GUÍDIO

JOÃO NETO

LEYLON

NETINHO

PRETO

EDSON CARIÚS

 

SANTA CRUZ


FAVORITO

Atual campeão do Nordeste, passou por reformulação profunda de elenco após cair para a Série B ano passado depois de péssima campanha no Brasileiro. Foram 13 contratações para 2017. Entre os destaques do clube estão o goleiro Júlio César, campeão da Libertadores e Mundial em 2012 pelo Corinthians, e os atacantes Zé Carlos e William Barbio. Vinícius Eutrópio é o técnico.

 

NÁUTICO


FAVORITO

De volta à Copa do Nordeste após a ausência em 2016, o Timbu resolveu montar um time com peças de currículo vitorioso, principalmente com títulos pernambucanos. O goleiro Thiago Cardoso, ex-Santa, o zagueiro Ewerton Páscoa, ex-Ceará, e o meia Marco Antônio, que estava no Qatar, são exemplos. Metade do grupo é prata da casa. Dado Cavalcanti foi contratado para comandar o time.

 

CAMPINENSE


CORRE POR FORA

Primeiro campeão da Copa do Nordeste após a reformulação em 2013, o clube quase repetiu o feito em 2016. É o time da Paraíba com mais chances de chegar longe. Pelo menos 12 atletas foram mantidos e a contratação de maior destaque foi do volante Negretti. Adalgiso Pitbull e Chapinha são os conhecidos do futebol cearense. A baixa foi a demissão do técnico Paulo Foiani antes mesmo do início.

 

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS