VERSÃO IMPRESSA

Primeira Liga quer chegar para ficar

01:30 | 24/01/2017
[FOTO1]

Um campeonato organizado inteiramente pelos clubes e que tem o objetivo de fomentar a discussão sobre a forma como o futebol brasileiro é gerido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que não reconhece o torneio como competição oficial. É com esse mote que a Primeira Liga se inicia. Criada no final de 2015 por clubes de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro, o torneio vai pra sua 2ª edição no ano em que busca maior adesão dos torcedores para se consolidar de vez no calendário nacional.


No ano passado, a Primeira Liga terminou com média de 11.842 torcedores por partida, superando muitos dos estaduais espalhados pelo Brasil. Prova do potencial que tem pra ser explorado e tende a ser desenvolvido neste ano.


Embora a edição inaugural tenha ocorrido de forma regional, como um torneio Sul-Minas-Rio, a intenção agora é promover uma competição com abrangência nacional. Prova disso é a participação do Ceará, primeiro clube do Nordeste na disputa.


Ao contrário da Copa do Nordeste, o campeão da Primeira Liga não conquista vaga em nenhum outro campeonato. O que não diminui a relevância do torneio.


A competição é atrativa, por contar com a participação de gigantes do futebol brasileiro, como Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Atlético-MG e Cruzeiro. Promessa de confrontos mais interessantes e estádios mais cheios. Consequentemente, mais dinheiro para os clubes.


A Primeira Liga é notadamente uma busca dos times, sobretudo os gigantes, de obter maior independência das federações e da CBF, que se mostra disposta a preservar os campeonatos organizados pelas entidades estaduais, mas estes tendem a ser superados caso não encontrem recursos para se tornarem mais atraentes.


A Primeira Liga é ainda uma concorrência e tanto ao Nordestão, que se via solitário como principal competição do País no primeiro semestre. Agora, as atenções dos torcedores são divididas. E quem ganha é o apreciador do futebol.

 

NÚMEROS

 

11.842

Foi a média de público da edição 2016. O número superou o de vários campeonatos estaduais

 

31

É o número total de partidas que serão realizadas na Primeira Liga

 

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS