VERSÃO IMPRESSA

Não tem espaço para quem vacilar na Primeira Liga

01:30 | 24/01/2017
[FOTO1]

Uma competição em que cada jogo vale muito não se pode bobear. Essa é a aposta da Primeira Liga para buscar consolidação. Simplesmente não dá para correr atrás do prejuízo caso o começo seja de maus resultados. Por isso, largar bem é primordial, e cada ponto é valioso. O torneio, antes Sul-Minas-Rio, agora terá pela primeira vez um clube nordestino, o Ceará.


Diferente do Nordestão, a Primeira Liga é disputada com apenas três jogos para cada time na fase de grupos. O Ceará, por exemplo, visita América-MG e Grêmio e entre as duas partidas recebe o Flamengo em fase em que os dois primeiros colocados de cada chave avançam às quartas de final. A partir daí começa a disputa eliminatória, em que há sorteio para definir os confrontos, que ocorrem em jogo único, com mando de campo do dono de melhor campanha na 1ª fase. Assim segue até a final. Caso haja empate, o time classificado será conhecido na disputa de pênaltis.


Com isso, o time que chegar à final entra em campo seis vezes. Número baixo, sobretudo se comparado ao Nordestão, em que essa é apenas a quantidade de jogos realizados na fase de grupos. Mas a intenção da organização do torneio é exatamente enxugar a disputa para tornar as partidas mais relevantes e atraentes. Consequentemente, levando mais torcedores aos estádios. Resta ver se na prática o objetivo será alcançado.

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS