PUBLICIDADE
Notícias

Post-it

01:30 | 13/06/2018
NULL
NULL

HOMENAGEM
[FOTO1] 

Conhecida por sua potência vocal, a cearense Nayra Costa, que foi semifinalista da primeira temporada do The Voice Brasil, se apresenta no Festival Vida&Arte com dois shows em diferentes espaços. O segunda apresentação ressuscita uma das maiores vozes do soul contemporâneo: a cantora Amy Winehouse. Na lista de canções do tributo, clássicos como Rehab, You know I’m no good e Valerie.
Serviço. Espetáculo Musical com Nayra Costa. Dia 24, às 20 horas. Porto Dragão; Cover Amy Winehouse. Dia 24, às 21h30min. Palco Sérvulo Esmeraldo.

EQUILÍBRIO
 

Discípula de Kusum Modak na Índia, a terapeuta Ma Bodhigita é professora desde 1997 de yoga massagem ayurvédica, que incorpora os movimentos, as trações e a respiração da yoga e os coloca ao lado dos toques e alcances profundos com as mãos e com os pés da ayurvédica. O aprendizado da técnica se inicia com um processo de conhecimento pessoal que tem como base três pilares: a circulação sanguínea, a energia vital e a respiração. Ma Bodhigita realiza duas vivências da técnica no Festival Vida&Arte.
 

Serviço. Vivência Respirar, um sim para a vida. Dia 22, às 14 horas. Sala Laranja. Yoga massagem ayurvédica: Um toque de corpo e alma. Dia 23, às 10 horas. Sala Laranja.

LITERATURA
[FOTO2] 

A escritora Marília Lovatel, finalista do Prêmio Jabuti 2017, um dos mais importantes no universo das letras no Brasil, integra a programação do Festival Vida&Arte com dois livros. No dia 22, relança Coração de mosaico, obra infantojuvenil que narra as confusões de um triângulo amoroso permeado por referências à obra do arquiteto catalão Antoni Gaudí. No dia seguinte, Lovatel lança seu novíssimo Os olhos da janela, narrado por um observador que vê com distância todo o movimento da rua e que precisa da imaginação para se libertar e viajar pelo mundo.
 

Serviço. Relançamento de Coração de mosaico. Dia 22, às 15 horas. Café Lúcia Dummar. Lançamento de Os olhos da janela. Dia 23, às 17h30min. Espaço Bárbara de Alencar.

RITMO
 

Com a proposta de questionar a construção de diversos tipos de preconceito e de combater a naturalização da violência, o Festival Vida&Arte abre as cortinas para o espetáculo A rua é noiz, do Instituto Katiana Pena. Localizado no bairro Bom Jardim, o Instituto oferece aulas de dança gratuitas para 500 alunos com idade entre 5 e 20 anos. A rua é noiz reúne dança, ritmo e teatro, além de oportunidades de interação com o público e com o ambiente.
Serviço. Espetáculo A rua é noiz, do Instituto Katiana Pena. Dia 24, às 13 horas. Teatro João Cabral.

FLORESTA
[FOTO3] 

Os pajés Puwe Puyanawa e Vari Puyanawa, da tribo do Acre Puyanawa, se unem ao pajé Bira Jr. Yawanawa, da tribo Yawanawa, com o objetivo de evocar o Grande Espírito da Floresta. Trata-se da Pajelança Musical Puyanawa Yawanawa, que integra a programação do último dia do Festival Vida&Arte. A cerimônia é realizada pelas duas etnias, que sofreram constantes processos de descaracterização ao longo do tempo, com o propósito de retomar suas origens espirituais e culturais. Os pajés acreditam que, por meio do som criado por seus instrumentos e suas vozes, podem trazer cura e bem estar.
 

Serviço. O canto da floresta - Pajelança Musical Puyanawa Yawanawa. Dia 24, às 16h30min. Sala Vermelha.


POP-FUNK
[FOTO4] 

Grande fenômeno da música nacional nos últimos anos, o Dream Team do Passinho passou por grandes palcos do Brasil e se apresentou em cidades dos Estados Unidos, França e Angola. Formado por Lellêzinha, Diogo Breguete, Hiltinho, Pablinho e Rafael Mike, o grupo tem mais de 915 mil seguidores nas redes sociais e viajou por todo o País com um espetáculo que homenageava o Jackson Five, além de ter emplacado hits autorais nas novelas A regra do jogo, Malhação e Beleza Pura.
 

Serviço. Show do Dream Team do Passinho. Dia 24, às 17 horas. Palco Belchior.

 

EQUILÍBRIO
[FOTO5] 

Discípula de Kusum Modak na Índia, a terapeuta Ma Bodhigita é professora desde 1997 de yoga massagem ayurvédica, que incorpora os movimentos, as trações e a respiração da yoga e os coloca ao lado dos toques e alcances profundos com as mãos e com os pés da ayurvédica. O aprendizado da técnica se inicia com um processo de conhecimento pessoal que tem como base três pilares: a circulação sanguínea, a energia vital e a respiração. Ma Bodhigita realiza duas vivências da técnica no Festival Vida&Arte.
 

Serviço. Vivência Respirar, um sim para a vida. Dia 22, às 14 horas.  Sala Laranja. Yoga massagem ayurvédica: Um toque de corpo e alma. Dia 23, às 10 horas. Sala Laranja.  

 

RITMO
 

Com a proposta de questionar a construção de diversos tipos de preconceito e de combater a naturalização da violência, o Festival Vida&Arte abre as cortinas para o espetáculo A rua é noiz, do Instituto Katiana Pena. Localizado no bairro Bom Jardim, o Instituto oferece aulas de dança gratuitas para 500 alunos com idade entre 5 e 20 anos. A rua é noiz reúne dança, ritmo e teatro, além de oportunidades de interação com o público e com o ambiente.
 

Serviço. Espetáculo A rua é noiz, do Instituto Katiana Pena. Dia 24, às 13 horas. Teatro João Cabral. 

 

TAGS