PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Fraport entrega novo check-in do Aeroporto de Fortaleza

Capacidade para passageiros com a nova área aumenta 50%, segundo a empresa, e o sistema automatizado de malas passa a ser utilizado

25/06/2019 00:00:09
ESTRUTURA finalizada do novo check-in 
no Aeroporto de Fortaleza
ESTRUTURA finalizada do novo check-in no Aeroporto de Fortaleza (Foto: FOTOS ALEX GOMES/ESPECIAL PARA O POVO)

A partir de hoje os passageiros de voos internacionais passam a fazer check-in na nova área de expansão do Aeroporto de Fortaleza. Mais amplo e iluminado, o espaço, que conta com novos banheiros, elevadores e um sistema automatizado de distribuição de bagagens, possibilitará dobrar a capacidade de atendimento ao público, assegura a CEO da Fraport Brasil, Andreea Pal. As obras, que hoje estão com 78% de execução, estão previstas para serem concluídas em maio de 2020.

A expectativa é que em quatro dias o serviço esteja disponível a todos os usuários. Serão 60 guichês de atendimento, 17 a mais ante o espaço antigo. Destes, 40 são destinados para voos domésticos e 20 para internacionais. A mudança, segundo a administradora do aeroporto, será feita de forma gradativa para minimizar impactos.

"Na parte nova, temos mais luz, mais espaço, os banheiros são enormes e toda a experiência do passageiro passa a ser muito boa. Teremos 50% a mais de capacidade para os passageiros na área de check-in. Teremos ainda mais crescimento no fluxo", afirmou Andreea.

Na prática, quem vai viajar para o Exterior - seja pela Air France, KLM, TAP, Cabo Verde, Copa ou Condor - já pode entrar pelo novo acesso ao Aeroporto. Lá é feito o check-in no piso térreo para depois subir ao piso de embarque na área já existente. No dia 27, é a vez da Azul e Gol e no dia 28 os usuários da Latam.

Na expansão, no piso superior, ficará o escritório das empresas. Há também um setor, não visível ao público, que comporta o novo Sistema de Distribuição de Bagagens (do inglês BHS - Baggage Handling System) totalmente automatizado. A tecnologia embarcada possibilita rastrear e fazer o escaneamento de até 1.200 bagagens por hora. A expectativa da empresa é que este processo, de transporte da mala do check-in à carreta, leve apenas três minutos. Metade da média do sistema atual.

Com a migração, o antigo espaço do check-in será fechado para reformas e, quando concluído, abrigará centro comercial e área de desembarque de passageiros. O número de lojas saltará de 106 para 120. "Estamos na fase de assinar contratos. Estão 80% assinados", afirma Andreea.

Até o fim do segundo semestre deste ano será entregue uma passarela interna que auxiliará o fluxo de passageiros do registro até a área de embarque. Catia Garcia, gerente Orat (Operational Readiness and Airport Transfer - responsável pelo operacional e transferência do Aeroporto) da Fraport, explicou que a ideia é que quando as obras forem concluídas, em maio de 2020, o check-in fique no térreo, o desembarque funcione no nível 1 e o desembarque no nível 2. "E até dezembro de 2021 as novas pistas sejam entregues".

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), lembrou que além de mais conforto, a expansão traz um novo ponto de acesso de embarque e desembarque para veículos automotores. "O que vai reduzir o tempo e o engarrafamento em horários de pico". Para o governador Camilo Santana (PT), a obra transforma o equipamento no melhor do Norte e Nordeste. "A transformação do aeroporto significa mais empregos, mais oportunidades e mais turistas".

Clique na imagem para abrir a galeria

O que muda até maio de 2020:

ÁREA TERMINAL

Hoje: 33,9 mil m²

Como vai ser: 70 mil m²

VAGAS ESTACIONAMENTO

Hoje: 807

Como vai ser: 1.100

Pontes de embarque

Hoje: 7

Como vai ser: 15

POSIÇÕES DE PÁTIO

Hoje: 21

Como vai ser: 26

PONTOS COMERCIAIS

Hoje: 106

Como vai ser: 120

PORTÕES DE EMBARQUE

Hoje: 10

Como vai ser: 21

BALCÕES DE CHECK-IN

Hoje: 43

Como vai ser: 60

TAMANHO DA PISTA

Hoje: 2.545 m

Como vai ser: 2.755 m

 

Irna Cavalcante