PUBLICIDADE
Jornal

Governo terá proposta para o setor de gás

| Até junho | O programa visa reformar o setor e a previsão é baixar o custo da energia no País

22/03/2019 02:33:56

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou ontem que o governo vai apresentar, até junho, um programa para reformar o setor de gás natural do País. O almirante destacou que o programa, batizado de Novo Mercado de Gás, não vai integrar o Gás para Crescer, lançado no governo de Michel Temer (MDB).

De acordo com o ministro, o programa está sendo delineado em parceria com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a Petrobras e a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A proposta é reduzir os custos da energia no País.

"Estamos conversando com todos esses setores. Não sei se será uma redução de 50% (percentual citado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes) no custo da energia. É muito difícil quantificar isso no momento em que nos encontramos. Mas é importante ter um custo de energia que permita às empresas se tornarem cada vez mais competitivas."

Ontem, Albuquerque disse ainda que pretende definir até junho o modelo de capitalização da Eletrobras para, então, iniciar o que chamou de ações concretas. Há, segundo o ministro, poucas possibilidades estudadas. Se algum ativo da estatal tiver de ser privatizado, isso deve acontecer ocorrer em 2019.

"Não existe ainda um modelo fechado. E também, em relação a prazo, a intenção do governo é findar esse processo neste ano de 2019". (Agência Brasil)