PUBLICIDADE
Jornal
investimento

Governo do Estado elege sete áreas prioritárias

|Investimentos| Projeto vai estimular os setores têxtil e calçados, agronegócio, indústria da saúde, energias renováveis, recursos hídricos, TI e logística

21/03/2019 02:37:28
 LANÇAMENTO do Guia de Infraestrutura do Ceará contou com apresentação ao vivo do O POVO Economia da rádio O POVO CBN
 LANÇAMENTO do Guia de Infraestrutura do Ceará contou com apresentação ao vivo do O POVO Economia da rádio O POVO CBN (Foto: AURELIO ALVES)

Os setores têxtil e de calçados, agronegócio, indústria da saúde, energias renováveis, recursos hídricos, tecnologia da Informação e comunicação (TIC) e logística são os que devem ser priorizados pelo Governo do Ceará para conduzir nova plataforma de desenvolvimento do Estado nos próximos anos. O projeto que vai nortear a reformulação do marco regulatório destas áreas está em fase de finalização e deve ser concluído até maio.

A informação é do secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Junior. Ele esteve ontem em transmissão ao vivo do programa O POVO Economia, da rádio O POVO CBN, direto da cerimônia de lançamento do Guia de Infraestrutura do Ceará 2019-2020, produzido pelo Grupo O POVO.

O projeto está sendo desenhado a partir de três estudos: o Ceará 2050, as 14 Rotas Estratégicas definidas pela Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) e entregue ao Estado, e o levantamento feito pela consultoria portuguesa SPI para definição de ações no curto prazo.

Do que foi definido como prioritário, algumas áreas já compõem a base econômica do Ceará, como é o caso dos setores têxtil, calçadista e do agronegócio, que devem passar por reformulações. As novas oportunidades de negócios que estão surgindo a partir dos hubs que estão se instalando no Estado (aéreo; portuário no Pecém; o tecnológico com Angola Cables; e o de saúde a partir do Polo do Eusébio), de maior valor agregado, também passem a ser melhor contemplados no planejamento do Estado.

"Este conjunto de esforços cria uma nova plataforma para a economia do Ceará no futuro, não só procurando fortalecer a economia que hoje está em desenvolvimento, mas incluir as novas. O trabalho mais importante é de foco, direcionamento para onde a gente quer captar empresas para investir no Ceará", afirmou.

O atual panorama de investimentos no Estado, a infraestrutura para quem quer investir e as oportunidades de negócio que estão surgindo constam do Guia de Infraestrutura do Ceará 2019-2020.

A publicação bilíngue, de 380 páginas, traz capítulos setoriais, dados, oportunidades, números, opiniões de especialistas, matérias, entrevistas, perfis e análises. A coordenação geral do projeto é do diretor de Marketing e Executivo de Projetos do Grupo O POVO, Cliff Villar, e a coordenação editorial é da jornalista Neila Fontenele. A distribuição do Guia de Infraestrutura do Ceará é gratuita e o conteúdo está disponível no O POVO Online.

"O crescimento do Ceará passa por infraestrutura. E quando você olha o que tem sido feito nos últimos anos, é possível perceber muitas oportunidades que estão aparecendo no Porto do Pecém, Zona de Processamento de Exportação, aeroporto. E o Guia se propõe a ser um tutorial para quem tem o objetivo de investir no Estado", afirmou o vice-presidente do Grupo O POVO, João Dummar Neto.

E são muitas transformações que estão ocorrendo no Estado. O secretário da Infraestrutura do Estado, Lúcio Gomes, destacou que no ano passado o Governo investiu R$ 1 bilhão em infraestrutura. Para este ano, a previsão é chegar a R$ 1,1 bilhão. Dentre as obras que devem ser concluídas em 2019 estão a Linha Leste do Metro, o VLT e a conclusão da expansão do Porto do Pecém.

A qualidade do Guia de Infraestrutura foi elogiada por executivos que participaram do evento. "É extremamente importante ter acesso às informações precisas, com dados que possam nortear os investimentos, o que faz do Guia um instrumento de suma importância para qualquer empresa", avaliou Luis Sobral, diretor da SP Combustíveis. (Irna Cavalcante)

 

Irna Cavalcante