PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Air France vai encerrar atividades da subsidiária Joon

| NÃO AFETA FORTALEZA |

01:30 | 11/01/2019
Após ter negado, em novembro do ano passado, o fim das operações da marca Joon, a Air France confirmou em nota, ontem, que as atividades da subsidiária, responsável pelos voos diretos saídos de Fortaleza para Paris, serão encerradas.

A decisão foi tomada após acordo assinado entre o presidente da empresa, Benjamin Smith, e a tripulação de cabine da Air France, contando com o apoio de seus três sindicatos representativos.

 

A companhia ressalta que a mudança não irá influenciar as operações na Capital cearense e que, até o fim da transição, os voos futuros serão transferidos para o comando da própria Air France, assim como os funcionários da subsidiária.

 

A Joon foi fundada em dezembro de 2017 com o objetivo de competir com empresas aéreas de baixo custo que operam com destinos curtos e médios. Com a implantação do hub aéreo na Capital, a empresa era responsável por operar os voos semanais entre Fortaleza e a capital da França.

 

Mas, na verdade, a Joon tem com conceito denominado híbrido, por não encaixar nem no segmento low cost ou no segmento clássico de voos comerciais.

 

A ideia inicial da Air France era fazer com que a Joon, com estilo mais despojado, chamasse atenção do público mais jovem e ajudasse a companhia aérea a manter rotas consideradas deficitárias. A Joon opera voos semanais entre Paris/CGD e Fortaleza, com aeronaves A340-300. À época em falou sobre o encerramento, em novembro do ano passado, a empresa disse, em nota: "O Grupo Air France-KLM nega a informação de que decidiu suspender as operações da Joon. Nenhuma decisão foi tomada. Os voos da Joon, todos operados em nome da Air France, continuam funcionando normalmente e permanecem disponíveis para compra".

 

LIA BRUNO