PUBLICIDADE
Jornal
Fortaleza.

Cesta básica ficou 8% mais cara em um ano

18/03/2019 23:57:26

Apesar de diminuição no último mês de dezembro, o preço da cesta básica em Fortaleza teve aumento de 8,13% no acumulado dos últimos 12 meses. O valor médio de R$ 397,34 é o décimo mais caro entre as capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

A variação de preço na Capital no último ano somente não foi maior que a de Salvador (8,58%). Com relação ao valor total da cesta básica, Fortaleza fica na frente de todas as capitais do Nordeste. Assim, o fortalezense chega a gastar 45,27% do salário mínimo líquido na compra da cesta.

Nas 18 capitais pesquisadas pelo Dieese, o preço médio da cesta básica aumentou. A cesta básica mais cara do País é comercializada em São Paulo, por R$ 471,44; seguido de Rio de Janeiro (R$ 466,75); e Porto Alegre (R$ 464,72).

O produto vilão da cesta básica foi o tomate. Com avanço de preços de 50,55%, contribuiu o valor inflacionado pago pelo consumidor. Pão (10,7%) e leite (7,65%) foram outros produtos que apresentaram aumentos.

O Dieese também calculou o valor ideal do salário mínimo. Segundo o levantamento, seriam necessários R$ 3.960,57 para sustentar uma família de quatro pessoas. O valor é 4,15 vezes o do mínimo de R$ 954 vigentes no período da pesquisa.

TAGS