PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

A diferença que uma uma árvore na calçada pode fazer

O projeto da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente já plantou mais de 1.700 mudas na Capital. A expectativa é gerar consciência ambiental e esverdear Fortaleza

12/11/2018 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )

[FOTO1]Com o objetivo de gerar consciência e educação ambiental do fortalezense, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) criou o projeto "Árvore na minha calçada". A pasta conta com o apoio da Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor). Iniciado em 2015, 1.723 árvores já foram plantadas. Incentivar a responsabilidade ecológica e possibilitar o esverdeamento da Cidade são as principais metas do projeto.

"O foco é na educação ambiental. Como o cidadão é quem solicita e cuida da sua árvore, o projeto se faz importante para a criação dessa consciência", pondera a titular da Seuma, Águeda Muniz. A pasta acompanha o plantio em todas as etapas e também pede que o solicitante acompanhe ativamente.

Elisabeth Fiúza, 52, bancária aposentada, plantou um pé de nim indiano em 2010 em frente a sua casa no bairro José de Alencar. Após sete anos, a árvore iniciou um rastro de destruição.

Ambientalistas alertam sobre o cultivo da espécie, comum em parques, calçadas e canteiros. Ela cresce rápido e gera boas sombras, mas gera um desequilíbrio na fauna e na flora, além de, por ter uma raiz muito grossa, quebrar as calçadas.

Em julho do ano passado a aposentada "tomou coragem" para cortar o pé. "Cortei ele com muita pena. Porque é muito verde, né? Só cortei por conta da destruição", relata.

Desde fevereiro deste ano, com a ajuda do "Árvore na minha calçada", Elisabeth cuida e vê crescer um Ipê-amarelo. "A secretaria me deu algumas opções e eu acabei escolhendo essa. Acredito que leve uns dois a três anos pra florescer mesmo", conta.

Elisabeth avalia que o projeto é de suma importância para o retorno e a manutenção do meio ambiente e do clima da Capital. "Eu conheci Fortaleza com um clima bem mais ameno, existiam muito mais árvores, mais jardins. Não tinha essa quantidade imensa de prédios que tem hoje. A cidade esquentou demais. As pessoas não cuidam, né?", afirma.

A manutenção, segundo ela, é fácil. Não é preciso aguar todos os dias. Quando há chuva é um bom período para a hidratação da planta. Elisabeth conta ainda que aduba a muda quando percebe que ela está seca. A fortalezense diz que plantaria muito mais mudas se tivesse espaço. "Como eu só tenho um pouquinho de calçada não planto mais. Se eu pudesse plantaria várias outras", diz.

Até 2020 a Prefeitura pretende plantar 100 mil árvores como parte do Plano de Arborização da Capital, criado em 2014.

Como solicitar o plantio da muda 

Cadastro deve ser feito pelo site

Você também pode solicitar por e-mail (plano.arborizacao@fortaleza.ce.gov.br) ou telefone (3452 6910)

Outra opção é ir até a sede da Seuma (avenida Deputado Paulino Rocha, 1343 - Cajazeiras)

Como cuidar da sua muda 

1. Árvores mais indicadas para plantar: de porte médio, que não tenham raízes espalhadas, como o Ipê e Sibipiruna;

2. Escolha um local adequado (mínimo 50 cm x 50 cm), e que não impeça a passagem de pedestres;

3. Retire cuidadosamente a embalagem da muda para o plantio;

4.  Evite enterrar a muda. Somente a raiz deve ficar submersa no solo;

5. Instale um tutor (suporte) para ajudar a muda a se manter de pé;

6. Regar em dias alternados (manhã ou tarde), sem excessos de água. Você pode adubar após uns dias;

7. Aguar no máximo três vezes por semana;

8. Benefícios de uma rua arborizada: melhora da umidade do ar, redução da temperatura do asfalto e concreto e redução da poluição sonora.

Fonte: Seuma

MATHEUS FACUNDO

TAGS