PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Aporte será de R$ 2,1 bilhões no Nordeste

15/07/2019 19:21:59

O leilão dos três blocos aeroportuários - Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste - vai acontecer no dia 15 de março de 2019, na Bolsa de Valores de São Paulo, B3. O valor mínimo de outorga, ou seja, o lance inicial previsto para arrematar os seis aeroportos, é de R$ 171 milhões. Os editais foram lançados pelo Programa de Parceiras de Investimentos (PPI).

Ao longo da concessão, o valor total da outorga é de R$ 1,7 bilhão. O investimento previsto para os três blocos, informou o governo, é de R$ 3,5 bilhões. A mudança para esta rodada é que não haverá cobrança de contribuição fixa anual (outorga fixa), somente da parcela variável. Essa contribuição vai considerar a arrecadação de um porcentual sobre a totalidade da receita bruta da futura da concessionária. A cobrança será recolhida anualmente. Assim como ocorreu na rodada anterior de concessões, não há participação da Infraero nas futuras concessões.

Para o leilão, o valor mínimo desse lote será de R$ 171 milhões. A previsão é que a outorga total chegue a R$ 1,7 bilhão (outorga inicial mais arrecadação das outorgas variáveis a serem pagas durante a concessão), a serem pagas anualmente. O investimento estimado é de R$ 2,153 bilhões para todo o bloco do Nordeste.

O Bloco Sudeste é formado pelos terminais de Vitória (ES) e Macaé (RJ). Os quatro aeroportos que compõem o Bloco Centro-Oeste são os de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos em Mato Grosso. (Agência Estado)

TAGS