PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Querosene na Capital mais caro que na Europa

Aviação

01:30 | 11/10/2018

O litro do querosene de aviação (QAV) para voos domésticos do Aeroporto Internacional Pinto Martins é mais caro que o de aeroportos europeus. De acordo com o Panorama 2017 da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), o custo do combustível alcançou uma média de US$ 1,37 por litro, cerca de R$ 5,15 a preços de hoje.

 

Segundo o especialista na área de petróleo e gás, Bruno Iughetti, a alta do dólar é um dos principais fatores que impulsionam esses números. "Podemos considerar o fato de que o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da Capital é o mais elevado de todo o País. Também deve-se mencionar o fator frete no impacto local. Grande parte desse querosene vem do Rio Grande do Norte".

 

Em países como Irlanda, o litro do combustível custa apenas US$ 0,83, cerca de R$ 3,12. A diferença para o valor cobrado em Fortaleza chega a 65%.

Lia Bruno/Especial para O POVO

 

IMPOSTO

Bruno Iughetti também ressalta a incidência de impostos, que possui um peso que chega a 50% do valor total