PUBLICIDADE
Jornal
>

Vila Galé prospecta movimento 30% maior com abertura de restaurantes

| PRAIA DO FUTURO | Antes os estabelecimentos eram apenas para os hóspedes

21/05/2018 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]
 

A Vila Galé Fortaleza, hotel na Praia do Futuro, expandiu a cartela gastronômica para o público da Capital cearense com três restaurantes de culinária variada, que antes eram exclusivos para os hóspedes: Massa Fina (italiano), Inevitável (mediterrâneo) e Sushi Lounge (japonês), no último sábado, 19. Com essa medida, o grupo hoteleiro português espera aumentar o fluxo de clientes em 30% ainda neste ano.

 

Além disso, no mesmo dia, houve a inauguração da reforma da barraca de praia Vila Galé Café, também na Praia do Futuro. Outra novidade são os espaços voltados para a faixa etária infantil, que poderão ser alugados para eventos, como para aniversários.


“Estamos dando uma oferta melhor para o cliente. Criamos buffets fixos. Na quinta-feira é o dia regional, com comidas tipicamente cearenses. No sábado, é o dia da feijoada, que é tradicional para o brasileiro, com muita música e, no domingo, é o dia do brunch. É feito pra quem acorda tarde e não quer nem lanchar nem almoçar”, explica Fernanda Henry, diretora-adjunta de Operações da rede.

 

Segundo ela, a unidade hoteleira de Fortaleza teve ocupação de 90% em janeiro deste ano, e a expectativa é que o percentual se repita julho, mês de alta estação. A diretora-adjunta de Operações da rede ainda informa que o hotel teve alta de 20% no início de 2018, na comparação a igual período do ano passado.

 

Sobre a pretensão de instalar-se na praia do Preá, localizada em Cruz, na porção oeste do litoral cearense, próximo ao Parque Nacional de Jericoacoara, Jorge Rebelo, presidente do grupo Vila Galé acrescenta que já há negociações. “A gente vai lá, já falamos com os proprietários a expectativa dos rumos nossos”, adianta o empresário, que não quis apresentar maiores detalhes do possível investimento.


Além do Preá, Rebelo afirma possuir dois investidores internacionais para novos investimentos na praia do Cumbuco, mas que impasses com a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e problemas estruturais de água e esgoto, sobretudo, atrasam o desenvolvimento dos projetos. De acordo com o empresário, haveria planos para equipamentos residenciais e de um apart hotel, próximos a outras instalações do grupo.


A informação de que Jericoacoara deve receber estabelecimento do grupo português foi adiantada pelo Blog Jocélio Leal, em 22 de agosto do ano passado, em entrevista com Rebelo. À época, ele disse que os preços em Jeri eram muito “especulativos”. Além disso, o empresário havia adiantado que a Vila Galé Fortaleza seria reposicionada para o sistema “all inclusive“ (tudo incluso, na tradução do inglês) - pelo qual os hóspedes têm acesso ao cardápio incluído na diária.


Em relação a outros investimentos e expansões do grupo, na Vila Galé Cumbuco, a rede fez ampliação de 70 unidades.


Em outro estado, no litoral do Rio Grande do Norte, o Grupo constrói um resort na praia de Touros. A pretensão é concluir o empreendimento em setembro de 2018. Ao todo, são 514 quartos e investimento estimado em cerca de R$ 150 milhões.

 

O 1º DO GRUPO


O hotel Vila Galé Fortaleza é o primeiro do grupo português no Brasil e fica na Praia do Futuro junto com a barraca de praia
Vila Galé Café. 

Isaac de Oliveira

TAGS