PUBLICIDADE
Jornal
>

Dia das Mães em Fortaleza tem melhor estimativa de vendas em 5 anos

| FORTALEZA | Segundo a Fecomércio-CE, a data deve movimentar R$ 257 milhões no comércio da Capital, sinalizando recuperação do setor

04/05/2018 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Com a melhor estimativa de vendas dos últimos cinco anos, o Dia das Mães vai movimentar R$ 257 milhões no comércio de Fortaleza. Um aumento de 4,9% em relação a 2017, segundo a pesquisa sobre o Potencial de Consumo do Fortalezense para o Dia das Mães, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE). Os números apontam para a retomada do crescimento do varejo, que tem no Dia das Mães a segunda melhor data depois do Natal.


Desde 2017, a economia já vem apontando recuperação, embora ainda lenta, mas favorável considerando o período pós-recessão, avalia Maurício Filizola, presidente em exercício da Fecomércio-CE. Como cenário positivo, o gestor pontua que a estimativa de consumo deste Dia das Mães é a melhor dos últimos cinco anos. “É o reflexo dessa recuperação econômica que agora se concretiza com essa pesquisa, e que já tinha sido apontada na pesquisa do Natal”, observa.

[SAIBAMAIS]

A maioria dos consumidores pretende ir às compras para presentear as mães. 61,8% dos entrevistados confirmam a intenção, apontando como itens preferenciais artigos de vestuário, perfumaria, calçados e bolsas, flores, utensílios domésticos e joias e bijuterias. O ticket médio é estimado em R$ 236, sendo que 64,8% devem comprar à vista.


O valor médio de compra é o mesmo do ano passado, mas o número de pessoas dispostas a gastar aumentou seis pontos percentuais neste ano ante 2017, explica Filizola. Ele observa que a forma de pagamento à vista demonstra um aprendizado do consumidor e maior cuidado com os gastos. “Ele economiza para poder compra à vista, o que dá capacidade de melhor de negociação, aproveita promoção e não gera endividamento futuro”, reforça.


O Centro da Cidade (23,4%) e os principais corredores comerciais (19,2%) mantêm sua importância como polo comercial, somando 42,6% das intenções para locais de compra. Para atender à demanda, o comércio já conta com horário ampliado de funcionamento desde ano passado, trazendo mais comodidade para os consumidores e mais oferta de emprego, explica Freitas Cordeiro, presidente da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL).


Para este Dia das Mães, Freitas estima crescimento de 5% nas vendas do comércio em Fortaleza. Uma previsão, segundo ele, conservadora, mas muito boa. Com 61,8% dos entrevistados com intenção de comprar presentes para as mães, o presidente da FCDL afirma que é um indicativo de retomada do varejo.


“Representa que a economia está soluçando, está melhorando. Sinaliza uma recuperação lenta, mas segura da economia. O consumidor está recuperando a confiança”, acrescenta o empresário.


 

CONCLUSÕES DA PESQUISA


61,8% dos entrevistados vão comprar algum item para presentear no Dia das Mães;


Artigos de vestuário são citados por 36,2% dos entrevistados


Itens de perfumaria estão na intenção de compra de 25,7% dos entrevistado


O gasto médio com a compra de presentes é estimado em R$ 236. Como alguns consumidores compram mais de um presente, o valor por presente será de R$ 174;


Sábado é o dia apontado como o mais provável para realizar a compra dos presentes (32%).

 

Cristina Fontenele

TAGS