PUBLICIDADE
Jornal
>

Tarifas podem ser a solução para o caso chinês, diz Kudlowl

09/04/2018 01:30:00

O diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou em entrevista neste domingo que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não está blefando em relação às tarifas de importação impostas à China e que as barreiras comerciais ao país asiático têm de fazer “parte do jogo”.


“Eu sou particularmente contra às tarifas em geral, sempre fui. Mas sempre fui linha-dura sobre a China. Embora eu não goste de tarifas, às vezes não há nenhuma substituição no processo que não elas. Isso faz parte do arsenal de flechas que o presidente tem, e ele não está blefando”, afirmou Kudlow, em entrevista à Fox News.


O conselheiro, que assumiu o cargo há menos de uma semana, disse que o tanto ele quanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, são favoráveis ao livre-comércio.


“Mas isso só será possível se a China reduzir suas barreiras, abrir seus mercados. O mundo inteiro sabe que a China tem violado as leis de comércio há muitos anos e o Trump é a pessoa que os alerta e está certo em fazê-lo”, defendeu.


Apesar da forte retórica contra a China, Kudlow afirmou que tanto o presidente americano quanto o homólogo chinês, Xi Jinping, são bons negociadores.


“Ele (Donald Trump) gosta do presidente Xi. Eles se dão bem. Ele respeita o presidente Xi como negociador, mas eles não cumpriram as regras. Isso vem acontecendo”, avaliou. 

 

(Agência Estado)

Gabrielle Zaranza

TAGS