PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Empresa trabalha para atrair mais passageiros

01:30 | 16/04/2018

  A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) informa que, apesar do prejuízo, a empresa presta relevantes serviços para as cidades onde atua. Destaca ganhos para a população que não podem ser mensurados no balanço financeiro anual, tais como: redução da poluição, de gastos em saúde pública e do tempo de deslocamento dos trabalhadores, além de diversos outros ganhos sociais.

“O sistema de metrô ainda gera outros ganhos através da valorização imobiliárias e mercadológica no entorno das estações. É importante ressaltar que o balanço financeiro anual não contabiliza esses benefícios, que contribuem para a movimentação da economia e do bem-estar das cidades”, reforça, em nota enviada ao O POVO.

&nsbp;
A fim de ampliar os benefícios às pessoas que utilizam o Sistema Metroviário do Ceará, a empresa destaca que vem adotando diversas iniciativas visando melhorar a qualidade do serviço e o aumentar a quantidade de passageiros, fatores que resultam na redução do custeio do sistema.

“A partir da automatização do metrô será possível integrar a tarifa do transporte sobre trilhos com a tarifa do ônibus. A companhia está discutindo com o setor do transporte rodoviário os aspectos administrativos da futura integração”, diz.

O Metrofor lembra que o sistema será integrado com os ônibus da frota metropolitana, por meio Bilhete Único. A companhia também ressalta que passou por avanços administrativos que resultaram na melhoria da operação do sistema. Informa que no ano passado, por exemplo, foi criada a Diretoria de Desenvolvimento Estratégico (DDE), que estuda a ampliação de atividades comerciais que atrairão oportunidades de negócios e de receitas não-operacionais para o metrô.

Com relação à Parceria Público-Privada (PPP), que será realizada após o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), o Metrofor considera que a medida vai “complementar os esforços que já estão sendo realizados, com objetivo de ampliar a receita, melhorar o serviço e atender maior quantidade de cidadãos”.