PUBLICIDADE
Jornal
>

Autodidata, esteticista investe no mercado financeiro

19/03/2018 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

A esteticista Marlene Galeno, 44, personifica um cenário possível para mulheres investidoras. Autodidata em investimentos, ela conta que a motivação veio em 2012, quando viajou para Recife com o namorado apenas com o dinheiro contado. O episódio fez Marlene repensar a forma como lidava com a própria renda. “Eu trabalhava e ganhava dinheiro, tinha que aprender a guardar. O dinheiro você tem que respeitar”.


Ela começou, então, a estudar sobre investimentos, assistir a palestras em corretoras, acompanhar na internet pessoas do mercado financeiro. O novo hábito foi um “divisor de águas”. “Comecei a enxergar um novo futuro para mim, de que é possível realizar o que você quiser. Tudo é questão de tempo”, incentiva.


Inicialmente, a esteticista começou e a guardar 10% de todo dinheiro que recebia. “São os 10% que você paga para seu sonho”, explica. Com o tempo, o percentual aumentou para 40%, com destinações variadas entre poupança, CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito Agropecuário), Tesouro Direto e Bolsa de Valores.


Na poupança é aplicado o dinheiro para viagens, no CDB e LCI são os objetivos em médio prazo. Com o perfil de investidora arrojada, Marlene aplica na Bolsa 70% dos investimentos. O dinheiro é a reserva da aposentadoria. Ela aplica em seis empresas, a exemplo do Itaú, Bradesco, Grendene e Ambev. “Minha carteira está no lucro em mais de 10%”.


Aos interessados em investir, Marlene recomenda estabelecer metas, tratar bem o dinheiro e ter disciplina. O segredo, segundo ela, não é quanto se ganha, e sim o quanto se gasta e investe. “Se tem disciplina, você ganha o prêmio lá na frente. Economiza o lanche em Fortaleza para lanchar na Alemanha, na Torre Eiffel, em Nova York”. Após praticar o que aprendeu, Marlene hoje orienta outras pessoas que também querem investir.

 

Gabrielle Zaranza

TAGS