PUBLICIDADE
Jornal
>

Fortaleza possui 30% de capacidade ociosa em leitos na hotelaria

Há 30 mil unidades para acomodar turistas na Capital. Mas, com a demanda crescente de voos, podem faltar camas

02/02/2018 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

O setor hoteleiro do Ceará precisa se preparar para o crescimento de número de turistas que o Estado terá com a entrada em operação do hub da Air France-KLM/Gol e outros voos para o Estado. Em três anos, se não forem construídos novos equipamentos, poderá faltar leitos. Em Fortaleza, o turismo contabiliza 30 mil leitos e capacidade ociosa de 30%.


O alerta foi feito ontem pelo secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho. Com a implantação do hub Air France-KLM, que terá voos diretos de Fortaleza para Paris e Amsterdã, a partir de maio, além dos cinco voos internacionais e 50 voos diários nacionais de interligação com Fortaleza, até novembro, ele avalia que a demanda de linhas aéreas aumenta de 30% a 35% ao dia.


E para não deixar faltar leitos neste cenário de demanda crescente, o secretário se comprometeu a ajudar o setor no contato com bancos para possíveis financiamentos e construção de empreendimentos. “Eu luto para que a hotelaria de Fortaleza acompanhe o passo que estamos dando. Se aumentarmos muito o número de voos, temos que ter hotéis para receber os turistas”, disse. Segundo Pinho, uma linha que dê ocupação média entre 80% e 85%, proporciona preço razoável para o consumidor.


Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Ceará (Abih-CE), Eliseu Barros, o número de leitos na Capital, cerca de 30 mil, é suficiente para a demanda dos próximos três anos. “Hoje nós temos uma oferta de apartamentos ociosa em 30%”, comenta. Segundo ele, o setor considera investimentos para acompanhar crescimento de voos.


O diretor comercial da CVC, Clayton Armelin, diz que está incentivando que hoteleiros construam cada vez mais no Estado. “No momento, a situação é confortável, mas, pela quantidade de voos que vão chegar, precisa mudar”, observa.

Colaborou Artumira Dutra

 


TURISMO

O secretário do Turismo Arialdo Pinho se compro-meteu a mediar contato com bancos para viabilizar financiamen-tos e garantir novos leitos para o Estado

 

TAGS