PUBLICIDADE
Jornal

Enel amplia investimentos na modernização da rede no CE

10/11/2017 01:30:00

Em 2018, a Enel Distribuição Ceará vai instalar 1.500 equipamentos de telecontrole no Ceará. A tecnologia possibilita, por meio de um sistema de supervisão remota, fazer a automação da rede de média tensão. Hoje, existem 1.300 equipamentos do tipo no Estado.


O presidente da Enel Distribuição Ceará, Roberto Zanchi, informou que, neste ano, foram implantados 616 equipamentos de telecontrole na rede estadual. “Isso nos permite melhorar a prestação da rede, reduzir o tempo de afetação dos clientes e a quantidade de clientes interrompidos. Vamos melhorar também o tempo de atendimento para o cliente final”, afirmou ontem, durante o 19º Encontro Nacional de Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica, realizado na Capital.


Neste ano, o grupo já investiu R$ 472, 67 milhões em conexão de novos clientes, qualidade do serviço, perdas e modernização da rede. O montante é 42,5% maior em relação a 20160. Outra frente de investimento são as microrredes inteligentes. Um projeto piloto foi implantado neste ano em um condomínio residencial, no Eusébio, que possibilita testar diversas tecnologias, tanto através do uso de geração própria de energia (solar e eólica), como da gestão da energia, permitindo ao consumidor, por exemplo, medir, em tempo real, o uso e fazer uma previsão do consumo através de um aplicativo. “É o futuro do setor elétrico”, afirmou.


Ao apresentar o case da distribuidora, eleita pela Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) a melhor do País, Zanchi destacou que a empresa vem investindo na modernização dos canais de atendimento.


Segundo ele, dos 34,5 milhões de atendimentos já realizados neste ano pelo grupo, 57 % foram feito pelos canais digitais. Em 2015, foram 33% do total. No Ceará, dos quase 14 milhões de atendimentos, 3,5 milhões foram pelo site, 771,6 mil pelo celular, 31,7 mil por e-mail e 219 pelas redes sociais.

 

Adriano Nogueira

TAGS