PUBLICIDADE
Jornal

Um robô para chamar de seu

31/10/2017 01:30:00

Se a integração dos canais de atendimento ao cliente ainda é um peleja para muitos varejistas, em Fortaleza, já tem empreendedores mirando em oferecer a solução. O jovem Marlos Távora, 34, é um deles. Ele criou, no ano passado, a Chatbotmaker, startup que oferece para outras empresas soluções de chatboots (espécie de robôs capazes de conversar por texto com humanos). Hoje, já são dez empresas atendidas no Estado e uma plataforma de mais de um milhão de usuários.


Na prática, este tipo de tecnologia permite que o varejista possa aprimorar as vendas por meio das plataformas digitais, além de engajar clientes e aumentar a interação com a marca. No Brasil, é o que fez o Magazine Luiza, com a assistente virtual Luiza.


No Ceará, empresas como Grupo de Comunicação O POVO e a Meu Óculos de Madeira já utilizam estes recursos. “A gente oferece ferramentas de automação no Facebook. Se a empresa quer se diferenciar no mercado, tem sempre que pensar em inovação”, afirmou. Para o consultor de varejo, Pedro Santos, o fortalecimento do e-commerce é a aposta do varejo. “As empresas precisam estar preparadas para integrar todas as ferramentas”, destaca.

 

Adriano Nogueira

TAGS