PUBLICIDADE
Jornal

Grupo de Beto vai oferecer cargos para pacificar

Alexandre Pereira teria direito a uma Vice-Presidência e mais três postos para compor chapa única: havendo briga na Justiça, Beto pretende desistir de sair

06/10/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

O grupo político do presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiec), Beto Studart, vai buscar hoje o entendimento com o vice-presidente Alexandre Pereira, insatisfeito com a mudança de estatuto que o tira da sucessão de Beto na Presidência. Serão oferecidos uma Vice-Presidência, uma representação na Confederação Nacional da Indústria (CNI) e mais duas diretorias. Nesta sexta-feira, às 11 horas, vai ocorrer uma reunião na sede da Fiec.


O Blog Jocélio Leal apurou com duas fontes ligadas a Beto que na hipótese de Alexandre insistir em questionar na Justiça a redução do mandato do atual presidente - de cinco para três anos - e a convocação de novas eleições, Beto não sairia mais. Ficaria e tornaria inócua a disputa jurídica.

[SAIBAMAIS]

O tom do grupo de Beto é de apaziguamento dos ânimos. “Não queremos dissidência, queremos paz”, disse um empresário ligado ao presidente. “Vamos trabalhar para que a eleição ocorra em chapa única e que ele (Alexandre) esteja com a gente”, afirmou.


A leitura do grupo de situação é de que a resistência de Alexandre é isolada. Nas contas do grupo, Alexandre teria no máximo cinco votos. Tratam como problema isolado, não veem poder de fogo expressivo do vice, mas sabem que uma eleição sub-júdice seria muito desgastante para a Federação.

[QUOTE1]

O convite para compor a chapa única, disse uma fonte, garantiria a Alexandre a manutenção do status de vice. De todo modo, O POVO apurou que não seria a 1ª Vice-Presidência. Este posto está sendo reservado para um nome vinculado ao candidato de Beto, Ricardo Cavalcante, atual diretor administrativo.


A redução do mandato de Beto, aprovada pela Diretoria na última terça-feira, ainda precisa ser ratificada pelo Conselho Representativo da Fiec, o que poderá ocorrer até a próxima semana. Já a eleição, caso seja ratificada, tende a acontecer até meados de novembro.


Procurado pelo O POVO, o vice-presidente Alexandre Pereira não quis comentar a proposta. Disse que só falaria hoje após a reunião.

colaborou Beatriz Cavalcante

 

Saiba mais


Na última quarta-feira, 4, uma reunião da Diretoria Plena da Fiec aprovou a redução do mandato de cinco para três anos. Mas a mudança do estatuto ainda depende de aprovação do Conselho Representativo da Fiec.


Beto preside a entidade desde 2014 e poderia seguir no comando até 2019. Mas conforme informou ao O POVO, pretende sair do cargo
em cerca de dois meses.

 

Jocélio leal

TAGS
NULL