PUBLICIDADE
Jornal

Bom atendimento é a alma do negócio

31/10/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Há dois meses, o grupo Geppos decidiu diversificar o mix de negócios e abriu uma franquia da loja de vinhos argentinos Grand Cru. Além de uma cartela variada, uma das especialidades da Casa é a busca pela excelência no atendimento.


O diretor da Grand Cru, Deda Gomes, explica que um dos diferenciais da loja é promover, dentre outras experiências de compra, confrarias de vinhos para que os clientes degustem, conheçam melhor as propriedades e a história dos produtos. Para isso, além de um sommelier, é preciso toda uma equipe capacitada.


E é aí que entra a inovação. Nos treinamentos, além de orientações sobre atendimento, sobre produtos, os garçons, chamados de consultores gastronômicos, também fazem degustação dos pratos e bebidas servidos na Casa. “Se ele conhece, tem mais segurança e propriedade para oferecer o produto ao cliente. Com algumas perguntas, já será capaz de entender o desejo do cliente e sugerir qual o tipo de vinho harmoniza melhor com o prato e a ocasião”, explica.


Para o sócio-diretor da consultoria Being Marketing, Bosco Couto, oferecer um bom atendimento é fundamental para converter a venda. “Tratar bem o cliente parece coisa simples, mas não é. Conhecer o produto e entender a lógica de cada cliente é o que faz a diferença”.


É o que também pode ser decisivo entre uma compra on ou offline. Basta lembrar que, mesmo sem sair de casa, é possível comparar preços e encontrá-los, em geral, até menores do que em uma loja física.


“Cada vez mais, o consumidor está em busca da experiência de compra. São cerca de 68% da população que saem de casa com a loja que quer comprar na cabeça, mas quando chega na frente de outras, o atendimento muda a intenção de compra”, diz o presidente da Ação Novo Centro e presidente eleito da CDL Fortaleza, Assis Cavalcante.

 

Adriano Nogueira

TAGS