PUBLICIDADE
Jornal

Setores apostam em novas medidas

26/08/2017 01:30:00
 

O lançamento do programa Fortaleza Competitiva foi feito em meio a várias autoridades e empresários no Paço Municipal. Dentre as medidas, a de desburocratização e simplificação das licenças foi a mais comemorada.


“Quando você desburocratiza, você ganha tempo e tempo é dinheiro”, afirmou o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), André Montenegro.


Opinião compartilhada pelo presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel-CE), Rodolphe Trindade. “Dependendo da atividade, são oito ou nove alvarás. O empresário passa o ano inteiro nestes trâmites legais e administrativos fazendo um trabalho que não é dele, perdendo tempo, quando deveria estar cuidando da cozinha, no bar, na sala, que é o principal”


Para ele, o fato da fiscalização in loco só ser realizada após a concessão da licença não significa aumento de irregularidades. “A multa na fiscalização é do tamanho da mentira da pessoa“.


O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), Severino Ramalho Neto, reforçou que ainda não dá para mensurar quantas empresas devem aderir ainda este ano ao novo horário de funcionamento do Comércio, mas ressaltou que a medida é fundamental para aumentar a geração de renda e emprego. “Estamos em um momento muito propício, o segundo semestre é tradicionalmente de crescimento de vendas, aumento de emprego. É musica para todo mundo”


O vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih-CE), Darlan Leite, também destacou que a concessão à iniciativa privada de ativos públicos serão fundamentais para impulsionar o turismo.

Adriano Nogueira

TAGS