PUBLICIDADE
Jornal

Ceará descarta implantar PDV

25/07/2017 01:30:00

O Governo do Ceará descarta a implementação de um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para os servidores do Estado. Maia Júnior, titular da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), diz que o cenário do Governo Federal é muito ruim em relação ao déficit primário (despesas maiores do que receitas, sem contar juros da dívida pública) de até R$ 139 bilhões.


”A situação Federal, do ponto de vista fiscal, é tão ruim quanto a dos estados endividados, como Rio de Janeiro. E é que o Governo Federal tem muito mais opções de se financiar, porque pode emitir letra do tesouro - o que os Estados não podem”, analisa Maia, acrescentando que o Estado não tem nenhum plano de fazer PDV.


“Pelo contrário. Estamos no esforço de até oxigenar a máquina pública, redimensionando a força de trabalho, prevendo reposição para o futuro. Temos uma preocupação muito grande de como a gente vai repor as pessoas nos próximos dez anos”, diz, sem citar números, pois a pasta ainda está em processo de análise da máquina pública, que deve terminar em fevereiro de 2018. (Beatriz Cavalcante)

 

Adriano Nogueira

TAGS