PUBLICIDADE
Jornal

Preço do ovo de Páscoa varia em até 107%

29/03/2017 01:30:00

Com a Páscoa prestes a chegar, é necessário pesquisar preços dos produtos ligados à festividade. A diferença dos preços entre ovos de chocolate da mesma marca e com o mesmo peso, por exemplo, pode chegar a 107% em Fortaleza. A variação foi constatada em pesquisa realizada pelo Procon Fortaleza em 10 supermercados, no último dia 24. Coletados presencialmente, os preços dizem respeito apenas a ovos de chocolate infantis e convencionais, de três marcas nacionais: Nestlé, Lacta e Garoto.


As maiores variações incidem sobre os chocolates convencionais, voltados para o público adulto. O ovo de chocolate Garoto (Talento Doce de Leite), de 375 gramas (g), pode ser encontrado a R$ 33,59 no estabelecimento mais barato e a R$ 69,68 no mais caro, o que corresponde a uma variação de 107,44%, diferença de R$ 36,09.


Os chocolates para o público infantil aparecem no segundo lugar da lista com maior variação. Os ovos de chocolate Batman e Ever After, ambos com 170g, da Lacta, têm preços que vão de R$ 46,99 a R$ 24,29. A variação de preços dos dois produtos nos estabelecimentos pesquisados chega a 93,45%.


Planejamento

De acordo com a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, os preços reforçam a necessidade de pesquisar para economizar. “Essa pesquisa tem caráter educativo e é feita com antecedência justamente para o consumidor ficar esperto e se organizar financeiramente”, diz, alertando ainda para a tendência de elevação dos preços com a proximidade da data. “Com a lei da oferta e da procura, a tendência é que os preços e essa variação aumentem. Até porque o ovo de Páscoa é bastante consumido e tem forte apelo comercial”.

 

Além da compra de produtos com antecedência, orienta que o consumidor fique atento aos prazos de validade e à faixa etária inscrita nos rótulos dos ovos de chocolate infantis com brinquedos. Caso apresentem algum defeito de fábrica ou vício, afirma, é necessário “procurar o estabelecimento onde adquiriu o produto, levando a nota fiscal, e solicitar a troca. Não sendo resolvido, o consumidor deve registrar reclamação no Procon Fortaleza”.

 

Fiscalização

A pedido do Procon, desde ontem até o dia 28 de abril, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) realiza fiscalização nos estabelecimentos que vendem produtos temáticos da Páscoa, como ovos de chocolate, vinhos e peixes. Segundo o órgão, o objetivo é “coibir abusividades e resguardar direitos do Código de Defesa do Consumidor (CDC)”. Acesse a pesquisa completa em: http://bit.ly/2nK1z8F. (Lígia Costa)

 

Adriano Nogueira

TAGS