PUBLICIDADE
Jornal
>

Planos de saúde ganham mais de 4 mil clientes no CE

O País perdeu 192.221 beneficiários em janeiro. O Estado, além do crescimento em planos médicos, ganhou 11.901 clientes em planos odontológicos

17/02/2017 01:30:00

De dezembro de 2016 para janeiro de 2017, os planos de saúde do Brasil perderam 192.221 clientes ou 0,4%, marcando o quinto mês consecutivo em que há registro de queda.


Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Ceará vem na contramão, com um aumento de 4.359 beneficiários em planos de assistência médica, com salto de 1.240.163 para 1.244.522 no período. No acumulado do ano passado, o setor como um todo perdeu 1,47 milhão de clientes no País.

[QUOTE1]

No Ceará, o número de adesão a planos exclusivamente odontológicos no primeiro mês deste ano em relação ao mês anterior subiu de 813.259 para 825.160, o que representa um acréscimo de 11.901 beneficiários. Em âmbito nacional, o volume de planos exclusivamente odontológicos subiu de 22.040.120 para 22.209.112, um acréscimo de aproximadamente 169 mil beneficiários.


Cenário positivo

Presidente da Unimed Fortaleza, João Borges, diz não ignorar a crise econômica que atingiu o País em 2016. Entretanto, ressalta que o cenário auspicioso para o setor de assistência médica no Estado se deve ao fato de o consumidor valorizar “muito ter um plano de saúde e só abre mão dele mediante dificuldades financeiras”. Segundo ele, a queda nos planos individuais se deve, prioritariamente à inadimplência, enquanto que nos planos empresariais, a maior causa é o alto índice de demissões. “Ao mesmo tempo, chegam novos clientes, e com investimentos mais altos. Em 2016, o produto que mais cresceu foi o Multiplan, nosso ticket mais alto. Isso mostra que o consumidor valoriza muito ter um plano de saúde”.


Líder do mercado nacional, a Amil registrou, em janeiro, queda de 0,34% no número de beneficiários, no País, segundo ANS. A Bradesco Saúde, segunda no ranking, também teve variação negativa no primeiro mês do ano. Já Hapvida, Notre Dame Intermédica Saúde e Sul América, terceira, quarta e quinta do ranking dos planos de saúde, aumentaram o número de beneficiários no mês de janeiro.


Diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida, Simone Varella, afirma que o Ceará está em 2º lugar (17,33%) em vendas do plano pelo varejo no Brasil. Ao longo de 2016, soma, o Hapvida investiu mais de R$ 170 milhões em sua rede própria, o que garantiu um crescimento de 7,92% no número de novos usuários. “Isso mesmo quando houve fechamento de postos de trabalho. Em janeiro, a gente vendeu no Ceará 6.162 vidas e bateu mais de 150% da meta”, assegura.


Além do Ceará, Acre, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Roraima e Sergipe apresentaram aumento de beneficiários em planos de assistência médica na comparação com dezembro.


Ainda de acordo com a ANS, os planos coletivos (38.007.221) lideram o total de contratações dos planos de saúde, seguido pelos coletivo empresarial (31.534.854), individual ou familiar (9.364.517) e os coletivos por adesão (6.463.205). (Com Agência Brasil).

Lígia Costa

TAGS