PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Obra do aeroporto de Sobral não terá recurso público

Modelo de concessão será definido pelo Governo do Estado após conclusão de estudo de viabilidade do terminal

01:30 | 14/02/2017
Leonardo Cruz (esq.), da SAC, visita aeroporto de Aracarti. Na foto, Edineide Pacheco, administradora do aeroporto de Jeri e Paulo Edson, do DER  DIVULGAÇÃO
Leonardo Cruz (esq.), da SAC, visita aeroporto de Aracarti. Na foto, Edineide Pacheco, administradora do aeroporto de Jeri e Paulo Edson, do DER DIVULGAÇÃO

As obras do novo aeroporto de Sobral não terão recurso público investido. O Governo do Estado estuda uma solução, que pode ser uma parceria público-privada (PPP) para viabilizar a construção do empreendimento. A decisão sobre o modelo a ser formalizado com a iniciativa privada será tomada após a Secretaria de Aviação Civil (SAC), do Governo Federal, entregar ao Departamento Estadual de Rodovias (DER) estudo de viabilidade técnica e anteprojeto do terminal.

O coronel Paulo Edson Ferreira, assessor de Infraestrutura Aeroportuária do DER, disse que a secretaria deve entregar o estudo até o meio do ano. Os recursos para os projetos deveriam vir do Banco do Brasil (BB), mas a SAC está encerrando todos os contratos com a instituição financeira, por conta da indisponibilidade de recursos. Segundo Ferreira, a SAC contratará empresa especializada para realização dos documentos, com recursos do órgão, por meio do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), destinado a aeroportos regionais.

&nsbp;

“Com os estudos, o Estado vai encontrar uma solução para a construção do novo aeroporto. Pode ser PPP”, afirma. Para a obra, porém, haverá contrapartida.

“Talvez seja” a própria área onde está o atual aeroporto de Sobral (no bairro Derby Clube, no Centro do Município), que irá para a empresa que vencer a licitação para o terminal, que ficará a 28 km de Sobral. O antigo somente será desativado quando da finalização do novo equipamento. Aracati e Jericoacoara

Ferreira confirmou que a Gol Linhas Aéreas está em tratativas com o Governo do Estado para realizar voo para Jericoacoara em abril deste ano. “Eles fizeram contato formal conosco e estão vindo na próxima semana, com a equipe de Safety and Security deles para verificar as condições do aeroporto. Depois disso que vão fazer o estudo de frequências”, explica.

O assessor de Infraestrutura aeroportuária do DER acompanhou a visita de Leonardo Cruz, secretário de aeroportos da SAC aos terminais de Aracati e Jericoacoara. No encontro, Ferreira informa que solicitou outro convênio com à SAC para trocar a coberta do terminal de Aracati “por outro material mais seguro” - que hoje é de palha.

“O DER vai fazer o projeto para estipular novo material e solicitar algumas condições técnicas”. Como cerca, sistema complementar de ar-condicionado, sistema de som, entre outros. “Vamos fazer a solicitação oficial, mas o secretário (SAC) já sinalizou positivamente. Em 30 dias devemos encaminhar o projeto”, diz.

A visita da Secretaria foi justamente para verificar a aplicação dos R$ 14,4 milhões recebidos pelo Estado, em dezembro, de convênio já firmado com a SAC.   

Saiba mais

A Azul Linhas aéreas começará a operar quatro frequências de Recife (PE) para Jericoacoara a partir de 7 de abril deste ano.

Os voos serão com jato Embraer 195, de 118 assentos.

O plano é decolar do Recife às quartas-feiras, sextas-feiras, aos sábados e aos domingos, por volta de 13 horas, e pousar em Cruz, cidade ao lado de Jijoca de Jericoacoara, às 14h35min.

O voo de volta partirá às 15 horas, com chegada a Recife às 16h40min.

A CVC também terá frequências para Jericoacoara com voos charter ou fretados.

Os aeroportos de Aracati e Jericoacoara já tiveram processo licitatório para aquisição, implantação e homologação de equipamentos de comunicação, meteorologia e segurança de voo.

Os equipamentos devem ser entregues e homologados até o dia 31 de março.

Assim, ambos os terminais atenderão normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para realizar voos comerciais.

BEATRIZ CAVALCANTE

TAGS