PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

"Discurso é de ódio contra o Congresso"

26/05/2019 01:20:54

Coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL) no Ceará, Carmelo Neto rejeita participação no protesto deste domingo de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

"O MBL não apoia porque o discurso é de ódio contra o Congresso", explica. Para o dirigente, os organizadores do ato de hoje alimentam "um discurso equivocado".

"O próprio presidente precisa de apoio do Congresso para governar. Ele não vai governar com base no AI-1, AI-2 e AI-3", disse, referindo-se aos atos institucionais por meio dos quais os generais presidiram o País durante a ditadura militar.

"O presidente não tem que estar convocando manifestação contra outro poder", acrescenta Neto. "Acho que pode ser um tiro no pé. O presidente depende do Congresso para aprovar crédito suplementar."

Deputado federal e presidente do PSL no Ceará, Heitor Freire diverge do líder local do MBL. "Bolsonaro precisa do apoio do povo, de quem o elegeu", avalia. "Esse movimento é uma manifestação de iniciativa popular, espontânea, nasceu nas ruas, é o povo que quer." (Henrique Araújo)

 

TAGS