PUBLICIDADE
Jornal
Becky Bavinger

"Precisamos compartilhar o exemplo de Fortaleza"

[Segurança viária] Becky Bavinger

(Foto: )

Becky Bavinger, especialista em saúde pública, esteve em Fortaleza para acompanhar os resultados das estratégias de segurança viária aplicadas pela Prefeitura com consultoria da Iniciativa Bloomberg, instituição norte-americana a qual representa. Becky compôs a mesa de palestrantes do 6º Fórum do Observatório de Segurança Viária da Capital. A especialista vê Fortaleza como exemplo a ser compartilhado no que diz respeito ao envolvimento do poder público em ações de segurança que impactam na redução de mortes e acidentes no trânsito. Ela chegou à Capital logo que a Prefeitura apresentou estatísticas referentes a 2018, que apontaram redução de 12% no número de mortes em relação ao ano anterior.

O POVO - Fortaleza está entrando no quinto ano de parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária. Como você avalia o trabalho feito até aqui?

Becky Bavinger - A cidade preparou um relatório de dados (divulgado anualmente, referente a acidentes e mortes no trânsito). Basicamente, é assim que a gente avalia o trabalho. Com redução de mortes. Atrás disso, a gente sabe que tem muito sendo feito, mas, no fim das contas, é isso o que interessa pra gente. Nós desenvolvemos contratos com cada parceiro (internacional). Eles têm vários objetivos que devem alcançar. Por exemplo, a ONG Vital Strategies tem de desenvolver pelo menos duas campanhas em cada cidade por meio da metodologia de coleta de dados pra evidências científicas.

OP - E quanto às pessoas, você acredita que elas compreenderam a
mensagem da Iniciativa?

Becky - Também está no nosso contrato com a Vital Strategies fazer testes após as campanhas pra avaliar o impacto delas.

OP - Como Fortaleza
se situa internacionalmente no contexto dos
avanços relacionados
à mobilidade urbana?

Becky - É um excelente exemplo. Estamos orgulhosos da oportunidade de trabalhar e apoiar a cidade. O que precisamos fazer melhor é compartilhar o exemplo de Fortaleza com o mundo.

OP - Quais você acredita terem sido os diferenciais
de Fortaleza?

Becky - Não quero dizer só liderança, mas liderança foi um grande componente. Luiz Sabóia (secretário da Conservação e Serviços Públicos) chegou na hora certa, quando estávamos lançando essa Iniciativa.Só estou aqui há dois dias, mas vocês têm tanto apetite por disponibilidade de um novo desenho urbano! A cultura! Quer dizer, vocês têm Pré-Carnaval, precisam de mais espaço pra celebrarem juntos. É um ciclo virtuoso. Quanto mais você faz, mais as pessoas gostam, vão pedindo e isso se torna uma coisa boa.

OP - Como você imagina
que seja o futuro da mobilidade urbana?

Becky - 70% das pessoas vão estar, até 2030, em ambientes urbanos. E algumas cidades ainda são desenhadas pra carros. Mas algumas outras como Fortaleza estão começando a desenhar seus espaços pra pedestres, ciclistas e usuários de transporte público. Então, a gente tem toda a estratégia, sabe o que funciona. Os próximos dez anos vão ser reveladores pra gente saber que caminho seguir.

Luana Severo