VERSÃO IMPRESSA

Base e oposição. Operação é criticada por deputados do Ceará

00:00 | 24/12/2017

Base e oposição ao governo do presidente Michel Temer (MDB) criticam a condução da Operação Lava Jato e apontam falhas no processo de investigação. Um dos pontos bastante questionados no âmbito da investigação é a delação premiada. 

O presidente da comissão especial do Código de Processo Penal na Câmara dos Deputados, Danilo Forte (DEM), que é base do governo, critica o poder da delação que, segundo ele, tem sido colocada como prova em muitos casos. "Esses instrumentos se tornaram um meio de prova e não de defesa quando se tem a presunção da inocência como fator preponderante", diz.  

Para Forte, é preciso maior diálogo entre os ministros do Supremo para não haver mudanças na jurisprudência de forma tão corriqueira. "Cada ministro quer fazer uma jurisprudência própria, com isso fugindo da formalidade do direito", critica.  

Já o deputado Ariosto Holanda (PDT), de oposição a Temer, alega ver um esforço do Supremo em colaborar com a investigação, mas aponta o uso excessivo da condução coercitiva como uma falha na operação.  

"É uma forma de abordagem que é da lei, mas acho que está havendo até certo ponto uma espécie de situação constrangedora. Tem que convocar os caminhos normais", defende. (Wagner Mendes)

WAGNER MENDES

TAGS