VERSÃO IMPRESSA

Maia Júnior. Dirigente diz que situação de secretário será discutida

00:00 | 12/11/2017

Após os ataques de Tasso Jereissati ao governador Camilo Santana, o PSDB deve discutir já na próxima semana a continuidade do tucano Maia Júnior na Secretaria Estadual do Planejamento e Gestão (Seplag). Mesmo mantendo o discurso de que o tucano está no Governo por iniciativa pessoal, o assunto vai ser tratado internamente.


"Vamos tratar desse assunto logo, logo. a gente vai discutir e ver quais são as decisões que serão tomadas", disse ao O POVO o presidente estadual do PSDB, Francini Guedes. Ele, porém, nega que a permanência do tucano como gestor ligado à Camilo Santana cause "mal-estar" na sigla. "Existiria se ele tivesse sido indicado pelo partido, mas não foi", afirma.


A opinião é partilhada pelo ex-presidente da sigla, Luiz Pontes, que afirmou que a questão não é um "problema do PSDB". "Maia Júnior é um problema do Maia Júnior", afirma. "A situação pode trazer desconforto para ele, mas não para a gente", continua.


Presente na convenção em que Tasso criticou Camilo, o titular da Seplag afirmou que não comentaria as críticas “por questão de ética”, mas disse que continuará na sigla e no cargo. Ele diz ser indicação técnica.

Rômulo Costa

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS