VERSÃO IMPRESSA

Ceará. Empate não tira otimismo; torcida espera acesso na terça

00:00 | 12/11/2017

Contando os pontos para disfarçar a ansiedade. Foi assim que a torcida do Ceará assistiu ao empate contra o Goiás no Serra Dourada. Reunidos no reduto alvinegro, no Canto do Baião, na Aerolândia, torcedores não esmoreceram e já se preparam para o jogo contra o Paysandu em casa, na próxima terça-feira, 14. “Coração de torcedor neste momento é meio matemático, é sofrendo e fazendo conta”, resume a servidora pública Priscilla Peixoto, 35.


Não tinha escanteio, falta de longe, bola que passasse perto do gol que passasse sem a vibração da torcida. Os gritos começavam antes mesmo de o time passar do meio de campo, tamanho era o otimismo. Acompanhando de palmas, um “Vovô” cantado com entusiasmo foi ensaiado quando, no segundo tempo, o time emendou uma sequência de boa jogadas.


A empolgação não deu lugar para desânimo, nem com a possibilidade de o acesso à Série não se resolver na próxima rodada. “Vai acontecer na terça contra o Paysandu ou contra o Criciúma. É só uma questão de esperar mais ou menos, e a festa vai ser grande”, projeta o professor Artur de Paula, 52.


Para garantir vaga já na terça o Alvinegro precisa ganhar, “secar” o Oeste e torcer contra o Londrina. E, para o professor Flávio Maciel, 47, é preciso estar com a parte psicológica bem equilibrada. “Pela consistência que tem apresentado, não deveria estar passando sufoco a essa altura. Mas futebol é assim. E o que está atrapalhando é a ansiedade. Tem de dar uma acalmada e jogar com eficiência. Apoio da torcida eles vão ter”, garante.

Domitila Andrade

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS