PUBLICIDADE
Jornal

Vitória contra o Oeste. Ceará é o melhor visitante da Série B

Ceará faz jogo inteligente e vence o Oeste fora de casa por 1 a 0. Além de quebrar tabu histórico, resultado aumenta vantagem do Vovô no G-4 da Série B do Brasileiro

15/10/2017 01:24:00
NULL
NULL

[FOTO1]
Foi com inteligência tática, organização e competência que o Ceará deu ontem mais um passo na sua caminhada rumo à Série A do Campeonato Brasileiro. A vitória por 1 a 0 sobre o Oeste, além de quebrar tabu de nunca ter batido o time paulista fora de casa, consolidou ainda mais o Vovô no G-4 da Série B.


O Alvinegro, que agora soma seis jogos de invencibilidade, com quatro vitórias e dois empates seguidos, chegou aos 51 pontos e aumentou para quatro a distância para o 5º colocado, o Vila Nova.


Como enfrenta o Paraná na próxima terça-feira, 17, às 19h30min (horário local), no Castelão, o Ceará está a uma vitória de assumir o 3º lugar.


O time de Marcelo Chamusca pode chegar à vice-liderança na próxima rodada. Para isso, além de vencer o Paraná, torce para que o América-MG perca para o Brasil de Pelotas, que jogam no mesmo dia e horário, no Bento de Freitas.

O Jogo


A vitória alvinegra foi construída na base da inteligência e da estratégia traçada pelo técnico Marcelo Chamusca. Mais uma vez o treinador alvinegro mostrou pleno conhecimento do adversário e mandou a campo uma equipe ciente do que deveria fazer.


Prova disso é que seu time anulou o Oeste, que estava invicto há oito jogos e, até então, havia sofrido apenas uma derrota em casa
nesta Série B.


O Ceará segurou o ímpeto do time da casa, sem dar espaços para sua principal arma: a velocidade. Simultaneamente, controlava a posse de bola e passou a agredir o adversário. Só no primeiro tempo, Raul e Leandro Carvalho tiveram boas oportunidades para marcar.


O gol não veio na etapa inicial, mas mesmo depois do intervalo o Alvinegro se mostrava ser o time mais interessado não só em empatar (resultado que já o garantiria no G-4), mas em vencer a partida fora de casa.


As estatísticas do jogo mostram que o Vovô foi superior. Teve maior posse de bola (56%), o dobro de finalizações (16 ao todo, sendo quatro na direção do gol) e trocou mais passes (359 certos, contra 269 do Oeste).


O time foi premiado aos 32 minutos, quando Romário fez ótima jogada pela esquerda e deu sua oitava assistência em 2017 para Richardson marcar seu segundo gol na temporada.


Novamente, o coletivo foi o ponto forte do Ceará, que chegou ao seu quatro jogo seguido sem sofrer gol, sendo três deles fora de casa.


Mas é importante destacar as atuações individuais de Romário, Richardson e Raul. O trio foi muito seguro defensivamente e contribuiu bastante ofensivamente. Enquanto os dois primeiros foram responsáveis pela jogada do gol, o terceiro criou outras chances perigosas com chutes de fora da área.

Melhor visitante


O resultado de ontem garantiu ainda o Ceará como melhor visitante da Série B até aqui. Em 15 jogos atuando longe de seus domínios, o Alvinegro venceu sete, empatou três e perdeu cinco, tendo marcado 18 gols e sofrido 16, totalizando 24 pontos conquistados.


O aproveitamento é de 53,3% dos pontos, que fica atrás de Internacional e América-MG, ambos com 54,8%. Porém, os dois times somam 23 pontos em 14 jogos. Mesmo com aproveitamento melhor, o Vovô é o time que, em números absolutos, mais somou pontos jogando como visitante na Série B do Campeonato Brasileiro.

 

SÉRIE B 2017

OESTE 0
TÉCNICO: ROBERTO CAVALO

4-5-1: Rodolfo; Daniel, Joílson, Leandro Amaro e Guilherme Romão; Lídio (Henrique) e Betinho; Raphael Luz (Robert), Danielzinho (Jheimy) e Mazinho; Gabriel Vasconcelos

 

CEARÁ 1
TÉCNICO:MARCELO CHAMUSCA
4-2-3-1:Éverson; Tiago Cametá, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Richardson e Raul; Leandro Carvalho (Lelê), Ricardinho (Felipe Menezes) e Lima (Tiago Alves); Élton


Local: Arena Barueri, em Barueri-SP
Data: 14/10/2017
Árbitro: Rodrigo D. Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Alex dos Santos (SC)
Cartões Amarelos: Rafael Pereira (C), Éverson (C), Romário (C), Leandro Amaro (O) e Betinho (O)
Público e Renda: Não divulgados até o fechamento desta edição

TAGS
NULL