PUBLICIDADE
Jornal

Retomada. Mercado de veículos acelera no Ceará em 2017

O comportamento positivo do setor automotivo indica a volta do crescimento da economia no País. Exemplo é a venda de veículos novos, que subiu 24,5% em setembro de 2017

15/10/2017 01:00:00
NULL
NULL
[FOTO1]

O mercado de veículos voltou a acelerar neste ano. O comportamento positivo do setor é indicação de retomada da economia. Se comparados, respectivamente, setembro de 2016 e setembro de 2017, o número de emplacamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no País saltou de 159.953 para 199.220. O incremento elevou a venda de veículos novos em 24,5%, segundo apontam dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).


E o Ceará também tirou o pé do freio. No mês passado, foram comercializados, no Estado, 2949 automóveis, 452 comerciais leves, 106 caminhões e 36 ônibus. A soma dos quatro segmentos refletiu incremento de 14,2%, se comparados emplacamentos no mesmo período do ano passado.

[SAIBAMAIS]

Elementos de recuperação

Conforme a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores das montadoras (Anfavea), a produção automobilística no Brasil atingiu 2,58 milhões de veículos em 12 meses, até setembro. O que garantiu um crescimento de 23,5%, ante os 12 meses anteriores.

 

Os sinais de recuperação se devem a um esforço feito pelo próprio setor automobilístico, avalia o presidente da Fenabrave-CE, Fernando Pontes. “A gente sente que há um crescimento do mercado em função do fluxo de loja, dos contratos de financiamento e das próprias montadoras que têm investido em novos produtos, lançamentos e modelos diferenciados”, diz.


Vislumbrando uma recuperação da economia, o gerente comercial Elder Rodrigues, 31, resolveu comprar um carro novo (Onix LT 2018) para a esposa, a promotora de vendas Milena de Freitas, 30. Para ele, este foi o “melhor momento” para fechar o negócio, tendo em vista que a indústria vem lançando mão de muitos benefícios para atrair o consumidor.

[QUOTE1]

“A indústria está mais preocupada em vender e, por isso, vem oferecendo melhores taxas de juros, de entrada e de parcelamento. Além de um melhor design”, diz. A troca de carros na casa de Elder é constante, quase que anuais. O objetivo, afirma, é evitar a desvalorização dos veículos e possíveis problemas com peças avariadas. E também desfrutar de uma tecnologia veicular cada vez mais moderna.


Voltado para uso doméstico - de casa para o trabalho e para a escola dos dois filhos, o presente garantiu à Milena mais conforto. “Fiquei muito feliz e me adaptei rápido ao carro. E o design também é mais bonito”.

 

NÚMEROS

 

14,2%

A soma das vendas dos segmentos automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus refletiu em %2b14,2% no Ceará, se comparados emplacamentos setembro de 2016 ante setembro 2017

 

2.949

Este foi o número de veículos novos vendidos no Estado do Ceará no mês passado, segundo dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores

 

Ligia Costa

TAGS
NULL