PUBLICIDADE
Jornal

Pós-venda. Cliente bem atendido é sinal de compra futura

15/10/2017 01:00:00

O consumo de combustível é fator considerado por Elder Rodrigues, gerente comercial, em suas aquisições, mas não preponderante. “No carro, você escolhe primeiro o modelo, a marca e as condições de pagamento. Como hoje os carros populares têm mais ou menos a mesma média de consumo, isto não é algo que pesa tanto quanto um pós-venda”.


Diretor geral da Newsedan (que atua com as marcas Mercedes-Benz, Jeep, Dodge, Chrysler e RAM), Rodrigo Carvalho conta que a preocupação com o pós-venda está atrelada ao bom volume de vendas na empresa. A expectativa do empresário é “fechar com chave de ouro” 2017, ampliando em 10% as vendas no último trimestre, em relação ao imediatamente anterior.


“Estamos com grande foco no pós-venda, em manter clientes satisfeitos”. Das marcas premium, indica Mercedes como a de manutenção mais barata. “As vendas de Mercedes no ano passado tinham caído bastante, mas recuperamos 30% em 2017. Inclusive, neste ano atingimos o maior marketshare da nossa história, com mais de 50% do mercado”.

Lígia Costa

Adriano Nogueira

TAGS
NULL