PUBLICIDADE
Jornal

Personagem do jogo: Flávio Araújo

15/10/2017 01:00:00
NULL
NULL

[FOTO1]
Ele assumiu o comando técnico do CSA sob a obrigação de ser infalível: exatamente no início da disputa do mata-mata da Série C do Brasileiro. E estabeleceu um time que não espera para resolver em casa. Nas quartas de final (contra Tombense), nas semifinais (contra São Bento) e agora na final (contra o Fortaleza), a equipe comandada por Flávio Araújo venceu os jogos de ida, atuando sempre como visitante — o fato de ter feito a melhor campanha na 1ª fase da Terceirona, ainda com o treinador Ney da Matta, deu ao time alagoano a vantagem de ser mandante nas partidas de volta.


Na noite de ontem, mandou a campo um visitante sem afobação, mas com a esperteza necessária para encontrar oportunidades diante da estratégia traçada pelo adversário.


Foi observando que, diante do Tricolor, no Castelão, seu time não poderia recuar, que Flávio Araújo pregou ao seu elenco a busca pelo equilíbrio.

“Nós passamos a semana toda falando: o time tem que marcar, tem que jogar, tem que defender e tem que atacar. Eu falei até o exemplo do Sampaio Corrêa, que ficou muito atrás quando jogou aqui, e nós não poderíamos cometer esse erro “, comentou em coletiva após a vitória por 2 a 1, ontem à noite.


A ironia da história se apresenta ao Fortaleza, que pode sucumbir em sua campanha histórica diante de um técnico que já passou três vezes pelo Pici desde 2000 — intervalo em que Flávio Araújo acumula cinco acessos nas divisões C e D. No último ciclo com o Leão, no ano passado, o treinador nascido na Capital há 54 anos saiu em março ostentando um aproveitamento de 69%. 

TAGS
NULL