PUBLICIDADE
Jornal

Mercado. Oportunidade para empresas menores

13/05/2017 17:00:00

O encerramento das atividades de banda larga da Oi em localidades com menos de 20 mil habitantes poderia estimular o nascimento de novas empresas. “A fragmentação da Oi estimularia a concorrência. As empresas disputariam o mercado de Internet antes servido pela operadora”, disse Edson Almeida, coordenador do curso de Engenharia de Telecomunicações do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).  

Em Deputado Irapuan Pinheiro, o provedor de Internet que disputa clientes com a Oi vem da Inforartes. “Temos conhecimento de que a companhia passa por um momento transitório. De sair do mercado, eu não sabia. Ela é nossa concorrente direta aqui no município”, pontua Everton Holanda, sócio proprietário da Inforartes.  

Segundo ele, a migração de clientes da Oi tem sido rápida. “Isso não tem a ver com a recuperação judicial, mas sim pelos erros que a empresa cometeu com os clientes de Irapuan Pinheiro. Eles reclamam da baixa qualidade do serviço e do atendimento”.  

Tratar direto com o proprietário do provedor é um dos diferenciais para a debandada de clientes da Oi para o provedor da empresa RA Informática, de Abaiara. “As pessoas querem um provedor local pelo fato de conhecem o dono da empresa. Quando tem um problema, tratam direto comigo. Não querem falar com uma gravação”, explica Rodrigo Aquino, proprietário da RA.  

Em Abaiara e Irapuan Pinheiro, a disponibilidade de internet não ultrapassa os 2 MB. Geísa Gomes, proprietária de uma lan-house em Abaiara informa que, por diversas vezes, solicitou o aumento de banda larga. “A Internet é horrível. Ofertam para nós até 2 MB. Perguntamos e eles nos informam que o município não possui capacidade para mais”.

Para Edson Almeida, a qualidade inferior é explicada por questão financeira. “A empresa sabe que o investimento nas localidades não compensa financeiramente. Não adianta aumentar a capacidade dos equipamentos se ela não terá retorno”, aponta Edson Almeida, do IFCE. (Átila Varela)

TAGS